Tetracampeão conseguiu lidar bem com o fora que recebeu. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Tetracampeão conseguiu lidar bem com o fora que recebeu. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Quem me acompanha por aqui, sabe que muitas vezes bebo na fonte saborosa da nossa MPB.

As canções dos meus favoritos Kleiton & Kledir já povoaram diversas crônicas que escrevi.

Serviram de inspiração.

Para esta, uma das mais belas e conhecidas, "Paixão", do segundo disco da dupla, que recentemente ganhou um versão ainda mais linda que a original, integrante da trilha sonora da novela global "Orgulho e Paixão".

Não assisti a trama, mas busquei informações para saber que foi o tema do casal Elisabeta e Darcy, interpretados por Natália Dill e Thiago Lacerda.

Uma das estrofes diz:

"Não quero ficar na tua vida;

Como uma paixão mal resolvida;

Dessas que a gente tem ciúme;

E se encharca de perfume;

Faz que tenta se matar..."

Sábios versos, não é mesmo?

Afinal, quem nunca viveu uma paixão mal resolvida, que atire a primeira pedra...

Eu poderia relatar minha experiência.

Sou praticamente um catedrático no assunto...

Nem preciso.

Basta que leiam algumas crônicas passadas que escrevi para que entendam o tamanho do meu amor (não paixão).

Com alguma perspicácia, entenderão que se trata realmente de um amor (não paixão), e que ele nunca foi bem resolvido mesmo...

Nesta semana, em entrevista à revista norte-americana Racer, o tetracampeão Sebastian Vettel, dispensado pela Ferrari ao término da temporada passada, disse que não tentou convencer o time italiano a mantê-lo. Não pediu uma outra chance à equipe pela qual foi vice-campeão em 2017 e 2018.

“Eu não precisava das explicações da Ferrari, para ser sincero. E não muda nada. Não vejo desta forma, não trabalho desta forma. É OK para mim e aceitei, e quando Mattia (Binotto, então chefe da Ferrari) me disse ao telefone, estava claro. Não era como se eu tentasse lutar e convencê-lo do contrário", afirmou Vettel.

Virou a página, como se diz...

Admiro esse desprendimento do alemão, canceriano como eu, mas bem diferente no que diz respeito ao desapego, embora, assim como eu, adore coisas antigas, a ponto de andar com carros e motos dos anos 60.

Também o admiro por ser avesso às redes sociais.

Um sujeito que em 2021 não tem Instagram é demais mesmo!

Ele não comunga das curtidas em fotos artificiais, aquelas que exalam felicidade obtida à duras penas e filtros que escondem olhos esbugalhados de tanto choro e tristeza.

Espero, em futuro não muito distante, também me livrar dessas superficialidades, embora eu basicamente as use por razões profissionais.

Não sei o quanto Vettel amou a Ferrari.

Se foi um amor verdadeiro ou uma passageira paixão.

De qualquer forma, conseguiu entender que não valia a pena lamentar pelo fora que recebeu.

E passar o resto da vida arrastando correntes.

Eu, de verdade, nunca consegui.

ABAIXO, SINGLE DE "PAIXÃO", DE KLEITON & KLEDIR, PELA BISCOITO FINO:

******************************

COLUNAS ANTERIORES (CLIQUE E ACESSE)

É possível dizer não à Ferrari?

Gelada com pitada de doçura

Vettel e os bombons

A menina Mercedes

Interlagos a pé, de carro e uma música do Gilberto Gil

O menino que chora

Piloto caranguejo

Um piloto fictício, um autódromo e muitos carros eternizados na música brasileira

Calma Mick Schumacher, a viagem é longa e sua hora vai chegar

O capacete e a salvadora blusa lilás

Nosso campo de futebol no Saint Moritz, em Mairiporã. Ou uma pista de rali? E o Pequeninos do Jockey

No `vestibulinho´de fachada da Ferrari, Mick Schumacher tem o `gabarito´da prova...

Quando ganhar sempre não é bom

A Ferrari, o vinho e o verde

Ferrari deveria se espelhar na fábrica de Willy Wonka

Beleza da Fórmula 1 também está na desigualdade

Mercedes tem seu Calcanhar de Aquiles

Velozes, mas com ternura. Um contraponto à astronáutica

O homem e a máquina

A grande chance para Verstappen ser campeão na F1

Pé frio, eu?

O cadeado de 1994 em Interlagos

Minuano, o carro de Porto Alegre

Fórmula 1/3 merece textos na minha Lettera 22

Monsieur Binoto

Ferrari reencontra cartilha do Comendador

Neblina na Serra

Revista Recreio, meu Copersucar de papel e o Ricardo Divila

Jacarepaguá, calor infernal e uma camisa preta

O próximo abraço

Quase toda F1 `deu de ombros´ao apartheid em 1985 

Corrida na areia

Verdades e mentiras

Safras e safras de sonhos

Ao sabor do vento

Criatividade em baixa?

E o Oscar da F1 vai para...

Deu pra ti, Alonso? 

Maranello em polvorosa?

Verstappen, Red Bull e o `tudo ou nada´

Vettel e as redes sociais

Com qual heterônimo Max Verstappen será campeão de F1? 

O cheiro da Fórmula 1

Ferrari, Hamilton e o beijo de Klimt

O Quixote Brambilla e seus carros Rocinantes

A música que Raikkonen sempre cantou para a F1

Bernie, pilotos e equipes. Os bastidores de Interlagos

Acampamento, sala de imprensa e viagem à Lua

Novo carro da F1 dará um `salto´de 22 anos. Para trás...


     

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE

 

******************************

COLUNAS ANTERIORES (CLIQUE E ACESSE)

É possível dizer não à Ferrari?

Gelada com pitada de doçura

Vettel e os bombons

A menina Mercedes

Interlagos a pé, de carro e uma música do Gilberto Gil

O menino que chora

Piloto caranguejo

Um piloto fictício, um autódromo e muitos carros eternizados na música brasileira

Calma Mick Schumacher, a viagem é longa e sua hora vai chegar

O capacete e a salvadora blusa lilás

Nosso campo de futebol no Saint Moritz, em Mairiporã. Ou uma pista de rali? E o Pequeninos do Jockey

No `vestibulinho´de fachada da Ferrari, Mick Schumacher tem o `gabarito´da prova...

Quando ganhar sempre não é bom

A Ferrari, o vinho e o verde

Ferrari deveria se espelhar na fábrica de Willy Wonka

Beleza da Fórmula 1 também está na desigualdade

Mercedes tem seu Calcanhar de Aquiles

Velozes, mas com ternura. Um contraponto à astronáutica

O homem e a máquina

A grande chance para Verstappen ser campeão na F1

Pé frio, eu?

O cadeado de 1994 em Interlagos

Minuano, o carro de Porto Alegre

Fórmula 1/3 merece textos na minha Lettera 22

Monsieur Binoto

Ferrari reencontra cartilha do Comendador

Neblina na Serra

Revista Recreio, meu Copersucar de papel e o Ricardo Divila

Jacarepaguá, calor infernal e uma camisa preta

O próximo abraço

Quase toda F1 `deu de ombros´ao apartheid em 1985 

Corrida na areia

Verdades e mentiras

Safras e safras de sonhos

Ao sabor do vento

Criatividade em baixa?

E o Oscar da F1 vai para...

Deu pra ti, Alonso? 

Maranello em polvorosa?

Verstappen, Red Bull e o `tudo ou nada´

Vettel e as redes sociais

Com qual heterônimo Max Verstappen será campeão de F1? 

O cheiro da Fórmula 1

Ferrari, Hamilton e o beijo de Klimt

O Quixote Brambilla e seus carros Rocinantes

A música que Raikkonen sempre cantou para a F1

Bernie, pilotos e equipes. Os bastidores de Interlagos

Acampamento, sala de imprensa e viagem à Lua

Novo carro da F1 dará um `salto´de 22 anos. Para trás...


     

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa