Clube celeste chega ao seu centenário buscando reencontrar suas glórias. Imagem: Divulgação/Cruzeiro

Clube celeste chega ao seu centenário buscando reencontrar suas glórias. Imagem: Divulgação/Cruzeiro

O Cruzeiro Esporte Clube completa 100 anos de fundação neste sábado, 2 de janeiro de 2021.

Inicialmente batizado de Società Sportiva Palestra Italia, o clube mudou de nome em 1942, uma imposição governamental, pois o Brasil era inimigo das nações do Eixo, no caso, Itália, Alemanha e Japão, e nenhuma alusão a estes países era permitida.

Atualmente na Série B do Campeonato Brasileiro, com chances remotas de retornar à elite no próximo campeonato, o clube celeste de Minas Gerais tem uma história robusta de títulos nacionais e internacionais.

A recheada sala de troféus do Cruzeiro acomoda, entre outras, 40 taças estaduais (cinco a menos que o rival Atlético), quatro do Campeonato Brasileiro (1966, 2003, 2013 e 2014), seis da Copa do Brasil (1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018) e duas da Libertadores da América (1976 e 1997).

Aliás, em termos de Copa do Brasil, o Cruzeiro é o recordista com seis triunfos, seguido pelo Grêmio, que poderá igualar-se caso vença o Palmeiras, outro finalista do torneio que será definido no começo de fevereiro.

Para este 2 de janeiro, centenário do Cruzeiro, relembramos dois jogos marcantes na história do Cruzeiro, clube que ao longo de sua existência contou com jogadores que estão entre os mais admirados do futebol brasileiro, casos de Tostão, Dirceu Lopes, Palhinha, Nelinho, Joãozinho, Raul Plassmann, Eduardo Amorim, Zé Carlos, Wilson Piazza, Procópio Cardoso, Dida e Alex, entre outros.

O goleiro Fábio, do atual elenco cruzeirense, é o recordista em participações vestindo a camisa do clube, com mais de 900 jogos.

CRUZEIRO 5 X 4 INTERNACIONAL (FASE DE GRUPOS DA LIBERTADORES DE 1976)

Ainda na fase de grupos da Libertadores de 1976, um jogo inesquecível no Mineirão, ocasião em que as duas mais fortes equipes do futebol brasileiro em um jogo de nove gols. Zezé Moreira era o técnico cruzeirense e Rubens Minelli comandava o Colorado.

O Cruzeiro avançou à fase seguinte e conquistou a Libertadores superando o River Plate por 4 a 1 no Mineirão.

CRUZEIRO 2 X 1 SÃO PAULO (DECISÃO DA COPA DO BRASIL DE 2000)

Após o empate em 0 a 0 no Morumbi, vitória cruzeirense de virada sobre o Tricolor no Mineirão. Marcelinho Paraíba abriu o placar para o São Paulo. Fábio Júnior empatou e Geovanni, de falta, fez o segundo gol, aos 44 minutos da etapa final, que deu o título à Raposa, então comandada por Marco Aurélio Moreira. Levir Culpi era o treinador são-paulino.

CRUZEIRO 1 X 0 SPORTING CRISTAL (PERU), NA DECISÃO DA LIBERTADORES DE 1997

Depois de empate em 0 a 0 em Lima, capital peruana, o Cruzeiro venceu o Sporting Cristal no Mineirão por 1 a 0, gol de Elivélton, que deu ao clube celeste o segunto título na Libertadores. Paulo Autuori era o treinador cruzeirense.

CRUZEIRO 6 X 1 ATLÉTICO-MG (CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2011)

Para finalizar, neste retrospecto de jogos marcantes para o Cruzeiro, a goleada sobre o rival Galo por 6 a 1, que garantiu a permanência da Raposa na Série A, pois estava sob ameaça de rebaixamento. O treinador cruzeirense era Vagner Mancini, atual comandante do Corinthians.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa