Wilson Piazza

Ex-volante do Cruzeiro e da Seleção Brasileira
por Rogério Micheletti
 
Wilson da Silva Piazza, o Piazza, ex-volante do Cruzeiro e da seleção brasileira (fez 67 jogos com a camisa canarinho), hoje mora em Belo Horizonte (MG). á foi vereador e também comentarista esportivo. Na capital mineira, atualmente é o presidente da FAAP, Federação das Associações de Atletas Profissionais.

Em março de 2010, a entidade, por ele presidita iniciou uma campanha relativa à Hepatite C, que, segundo a mesma, acomete um grande número de atletas profissionais que atuaram nas décadas de 60, 70 e 80.

Nascido no dia 25 de fevereiro de 1943, em Ribeirão das Neves (MG), Wilson Piazza deu os primeiros passos no futebol defendendo o Estrela, equipe da várzea de Belo Horizonte.

Chegou ao Cruzeiro no começo dos anos 60. Lá, profissionalizou-se em 1962. Como volante do time mineiro, conquistou vários títulos, os principais da Taça Brasil de 1966, o da Libertadores da América de 1976 e 10 mineiros (1965, 1966, 1967, 1968, 1969, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1977).

Por pouco não foi campeão mundial pelo Cruzeiro. Em 1976, a equipe mineira esbarrou no Bayern de Munique, da Alemanha, que contava com craques como Sepp Mayer, Rummenigge e Muller. O time da Toca da Raposa também tinha grandes feras. Além de Piazza, o Cruzeiro contava com Nelinho, Raul, Jairzinho, entre outros. Um dos maiores símbolas da história do Cruzeiro encerrou a carreira em 1978.

Volante virou quarto-zagueiro

Para escalar os melhores jogadores em atividade no país, Zagallo foi obrigado a improvisar alguns na Copa do Mundo. Rivellino virou uma espécie de ponta-esquerda. Tostão, meia de origem, atuou um pouco mais avançado e jogou com a camisa nove. Já Piazza, autêntico volante no Cruzeiro, foi recuado para a quarta-zaga. Ele fez dupla com Brito e não decepcionou. No final, o Brasil comemorou o tricampeonato mundial no México. E Piazza entrou para a história por ter feito de uma das melhores seleções de todos os tempos.
 
Abaixo, ouça Piazza contando grandes histórias do Cruzeiro dos anos 60. A entrevista, concedida a Milton Neves no programa Domingo Esportivo, aconteceu no dia 14 de junho de 2015

ver mais notícias
Pelo Cruzeiro:

Chegou ao Cruzeiro no começo dos anos 60. Lá, profissionalizou-se em 1962. Como volante do time mineiro, conquistou vários títulos, os principais da Taça Brasil de 1966, o da Libertadores da América de 1976 e 10 mineiros (1965, 1966, 1967, 1968, 1969, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1977).

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES