Wianey Carlet

Jornalista esportivo

por Marcos Júnior Micheletti

O jornalista gaúcho Wianey Carlet, um dos mais polêmicos comentarista de rádio de seu estado, morreu em 29 de setembro de 2017, aos 68 anos, em decorrência da oclusão de uma artéria coronária, que provocou um choque e parada cardíaca.

Em 2009 ganhou destaque nacional quando escreveu um artitgo comparando Taison a Messi.

Aliás, sobre este episódio, o UOL publicou uma matéria em 15 de maio de 2018, um dia após Tite convocar Taison para a Copa da Rússia. CLIQUE AQUI E VEJA.

Ele estava internado na UTI do Hospital São Francisco, em Porto Alegre, onde havia sido submetido a uma cirurgia vascular nas pernas. O procedimento foi feito com sucesso, mas houve complicações posteriores.

Natural da cidade gaúcha de Três Passos, onde nasceu no dia 16 de julho de 1949, Wianey começou sua carreira na Rádio e TV Difusora, passando depois pela Caldas Júnior e Grupo RBS, nesta última tendo sido comentarista da Rádio Gaúcha e colunista do Jornal Zero Hora.

Teve uma breve incursão na política, em 1992, quando candidatou-se a vereador em Porto Alegre. Não foi eleito, mas cabou como suplente, pelo PMDB, com 2.747 votos.

Depois de ser demitido da RBS em 31 de julho de 2017, após ter um áudio vazado, em que dizia nada sentir com a morte do jornalista Paulo Sant´Ana, morto alguns dias antes. Eles haviam trabalhado juntos no programa "Sala de Redação", da Rádio Gaúcha.

Exatamente um mês após ser desligado da RBS, Wianey foi contratado pela Rádio Bandeirantes, onde estreou no dia 4 de setembro no programa "Toque de Bola".

 

 

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES