Fernando Diniz

Ex-meia do Corinthians, Fluminense e Flamengo
por Túlio Nassif

Fernando Diniz Silva ou simplesmente Fernando Diniz, nasceu no dia 27 de março de 1974, em Patos de Minas-MG. Diniz foi anunciado como novo técnico do Fluminense no dia 19 de dezembro de 2018, clube em que permaneceu até 19 de agosto de 2019, dia em que foi demitido, após derrota no dia anterior para o CSA por 1 a 0, no Maracanã.
 
Na noite de 26 de setembro de 2019 foi anunciado como novo treinador do São Paulo Futebol Clube, para o lugar de Cuca, que pedira demissão no mesmo dia.
 
Jogador

Fernando Diniz iniciou sua carreira em 1993 no Juventus da Mooca, onde jogou até 1996, quando se transferiu para o Guarani.

No mesmo ano, o atleta acertou sua ida para o Palmeiras e no ano seguinte foi defender as cores do Corinthians de 1997 a 1998, onde conquistou o Campeonato Paulista de 1997. Em 1999 se transferiu para o Paraná-PR.

As boas atuações no tricolor paranaense chamaram a atenção do Fluminense, que contratou o jogador em 2000. Lá conquistou o Campeonato Carioca de 2002. Ficou nas Laranjeiras até 2003.

Depois de ter rescindido seu contrato com o Fluminense, Fernando Diniz chegou ao Flamengo como uma grande promessa para a toda a temporada. Contudo, o jogador não se saiu tão bem como no Fluminense, jogando poucas partidas com a camisa rubro-negra. E em 2004 acabou sendo negociado com o Juventude-RS.

Posteriormente viria a jogar no Cruzeiro (em 2004), Santos (em 2005), Paulista-SP (de 2006 a 2007), Santo André (em 2007), retornou ao Juventus-SP (em 2008) e encerrou sua carreira no Gama-DF (em 2008).
 
Técnico

Ao longo de sua carreira, Fernando Diniz sofreu algumas contusões, fator que levou o atleta a pendurar as chuteiras. Mas isso não o impediu de deixar o futebol. Em 2008 virou treinador e em 2009 já colhia bons frutos de seu trabalho, a Copa Paulista de Futebol e o Campeonato Paulista da Série A3, ambos pelo Votoraty-SP. Em 2010 voltou a ganhar a Copa Paulista de Futebol, mas agora pelo Paulista-SP.

Ficou no Paulista-SP até 2011, quando foi convidado a dirigir o Botafogo-SP. À frente do time de Ribeirão Preto não obteve bons resultados, provocando sua demissão. Atualmente está sem clube.

Em 28 de abril de 2013, Fernando Diniz foi o treinador do Audax-SP,  na vitória sobre o Red Bull, por 2 a 1, no estádio Nicolau Alayon, na rua Comendador Souza, na capital paulista.  Com o resultado, o time paulistano ficou na segunda posição do seu grupo e garantiu o acesso para à Série A 1, do futebol no Estado de São Paulo. 
 
Em 17 de dezembro de 2012, aceitou o convite para ser o técnico do Audax-SP, em substituição a Antonio Carlos Zago, que havia aceitado o convite da Roma para ser assistente de Zdenek Zeman. Em 2016, após a parceria entre os clubes, passou a treinar o Oeste na Série B do Brasileirão.
 
Em 30 de novembro de 2017, foi anunciado como novo técnico do Guarani, cargo que exerceu até 2 de janeiro de 2018, quando foi contratado pelo Atlético-PR. Ele permaneceu no clube paranaense até o dia 25 de junho de 2018, quando foi demitido. Na ocasião, durante o recesso para a Copa da Rússia, o Furacão ocupava a penúltima colocação do Campeonato Brasileiro.
 
Abaixo, ouça a participação de Fernando Diniz no "Domingo Esportivo Bandeirantes", no dia 15 de setembro de 2019: 
 

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES