Mazzola

Ex-atacante do Palmeiras e Milan
por Rogério Micheletti

Marcante atacante do futebol brasileiro e italiano nos anos 50 e 60, José João Altafini, o Mazzola, vive em Turim, Itália, onde trabalha como comentarista esportivo. Mazzola chegou a disputar dois mundiais por duas seleções diferentes, o que era permitido pela Fifa.

Em 1958, ele era titular da seleção brasileira até perder a posição para Vavá. Quatro anos depois, ele era uma das estrelas da seleção italiana.

Em sua passagem pela seleção brasileira, Mazzola atuou em 11 partidas (9 vitórias, 1 empate, 1 derrota) e marcou oito gols (fonte: Seleção Brasileira 90 anos - Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf). Conquistou a Copa da Suécia, em 1958, e a Copa Roca de 1957, após bater a Argentina por 2 a 0, no estádio do Pacaembu (Pelé e Mazzola marcaram para o Brasil).

Nascido no 24 de julho de 1938, em Piracicaba (SP), Mazzola começou a carreira no Clube Atlético Piracicabano. O apelido Mazzola foi devido ao tipo físico parecido com o de Valentino Mazzola. Chegou ao Palmeiras em janeiro de 1956. Viveu momentos difíceis no Verdão, mas apesar de não ganhar nenhum título entrou para a história do clube. Mazzola disputou 114 partidas com camisa palmeirense (47 vitórias, 26 empates e 41 derrotas) e marcou 85 gols, segundo números do "Almanaque do Palmeiras", de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti.

Em abril de 1958, ele deixou o futebol brasileiro. À época, o Milan, da Itália, desembolsou aproximadamente 25 milhões de cruzeiros para tirá-lo do Parque Antártica. O dinheiro não foi jogado fora, já que com a camisa do rubro-negro italiano Mazzola, que na Itália era chamado por Altafini, virou ídolo.

Além de conquistar vários títulos pelo Milan, entre 1958 e 1969, e pela Juventus, entre 1969 e 1973, Altafini se tornou o quarto maior goleador da história do campeonato nacional da Itália. Em 459 partidas, o atacante, de estilo moderno para os anos 60, marcou 216 gols. Altafini se transferiu para o Napoli em 1973. Lá, ele encerrou a carreira.

Clubes e títulos

Clubes: Clube Atlético Piracicabano (1956), Sociedade Esportiva Palmeiras (1956 a 1958), Milan (1958 a 1969), Juventus de Turim(1969 a 1973) e Napoli (1973 a 1976).
Títulos: campeão mundial pela seleção brasileira (58); Campeão italiano pelo Milan (59, 62 e 68) e pelo Juventus (1972/73); Recopa pelo Milan (68); Copa dos Campeões pelo Milan (69).

Fontes: "Guia dos Craques", de Marcelo Duarte, e "Almanaque do Palmeiras", de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti
 
Abaixo, ouça a participação de Mazzola no "Domingo Bandeirantes" do dia de 24 de maio de 2020: 
 

No dia 04 de Abril de 2021, José Macia, o Pepe (ex-ponta do Santos FC e técnico) e José João Altafini, o Mazzola (ex-atacante do Piracicabano, Palmeiras, Milan e Napoli), participaram do Domingo Esportivo da Rádio Bandeirantes.

ABAIXO, VÍDEO DA VISITA DE MAZZONA AO CENTRO DE EXCELÊNCIA DO PALMEIRAS, EM DEZEMBRO DE 2017

 

No dia 19 de dezembro de 2021, José João Altafini, o Mazzola (ex-atacante do Piracicabano, Palmeiras, Milan e Napoli), participou do Domingo Esportivo da Rádio Bandeirantes.

 

ver mais notícias

Pelo Palmeiras:

Disputou 114 partidas com camisa palmeirense (47 vitórias, 26 empates e 41 derrotas) e marcou 85 gols, segundo números do "Almanaque do Palmeiras", de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES