Manfrini

Ex-meia-atacante da Ponte Preta, Fluminense e Botafogo
Manfrini, o Antônio Monfrini Neto (apesar do sobrenome ser com "O", ficou conhecido como Manfrini, com "A") nascido em São Paulo, no bairro da Mooca, em 23 de junho de 1950, atualmente reside em Campinas, está aposentado, é casado com Marlene, com quem tem dois filhos: José e Maria Eugênia.
 
O ex-meia-atacante da Ponte Preta (de 68 a 71), Fluminense (de 73 a 75), Palmeiras (em 73, em rápida passagem) e Botafogo-RJ (de 76 a 79.

Em sua rápida passagem pelo Palmeiras o meia-direita teve excelente performance. Fez quatro jogos (quatro vitórias) e marcou quatro gols, ficando com média de um gol por partida (fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti).

Destacou-se mesmo no time do Fluminense. Nas Laranjeiras Manfrini foi artilheiro do Campeonato Carioca logo na primeira temporada, com 13 gols, um deles no jogo do título, na vitória por 4 a 2 sobre o Flamengo, debaixo de muita chuva no estádio do Maracanã.

Mesmo sendo o substituto do lendário atacante Samarone, Manfra (como é conhecido pelos amigos) não esconde a frustração por não ter sido convocado pelo técnico Zagallo, para a disputa da Copa do Mundo de 74, na Alemanha. No Flu foi companheiro também de Rivellino e de Carlos Alberto Pintinho.

ABAIXO, PALMEIRAS 5 X 2 PORTUGUESA SANTISTA EM 1973. MANFRINI MARCOU O SEGUNDO GOL ALVIVERDE NO PARQUE ANTÁRTICA. LOCUÇÃO DE MILTON NEVES PARA O PROGRAMA "GOL, O GRANDE MOMENTO", DA BAND

 
 
ver mais notícias

Pelo Palmeiras:

Atuou em quatro jogos e marcou quatro gols.
Fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES