Lisca

Técnico de futebol

por Rafael Serra

Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, o Lisca Doido, nasceu em Porto Alegre-RS no dia 11 de agosto de 1972 e é um treinador de futebol brasileiro.

Em junho de 2018, assumiu o time do Ceará, ajudando o Vozão a escapar do rebaixamento para a Série B naquela temporada. No ano seguinte, no entanto, foi demitido após a perda do título cearense, em final contra o Fortaleza de Rogério Ceni. 

Apesar de nunca ter atuado como jogador profissional, Lisca tem o ludopédio no sangue, pois é bisneto de Carlos de Lorenzi e neto de Jorge de Lorenzi, ambos ex-goleiros do Internacional de Porto Alegre.

Sua estreia como treinador se deu nas categorias de base do Inter, em 1990. Passou pelo São Paulo cinco anos mais tarde e retornou ao Inter onde passou outras cinco temporadas à frente das categorias de base do clube gaúcho. Em 2001 teve a primeira chance de comandar uma equipe profissional, quando esteve à frente do Ulbra. Passou também pelas categorias de base de Grêmio e Fluminense, retornando ao Inter em 2006.

Em 2009, pelo Porto Alegre, conquistou a segunda divisão do Campeonato Gaúcho, seu primeiro título em uma equipe profissional.

Dois anos mais tarde venceu a Copa MT, pelo então desconhecido Luverdense.

Lisca ganhou maior projeção nacional e também a alcunha de "Doido " ao treinar o Náutico, entre 2013 e 2014. As dancinhas do técnico e algumas provocações o ajudaram a cair nas graças da torcida. Após deixar o clube pernambucano, Lisca passou pelo Sampaio Corrêa, onde teve uma breve e conturbada passagem.

Retornou ao Náutico em 2015, desta vez tendo uma passagem ainda mais breve que a primeira.

Assumiu o Ceará no final de setembro de 2015, com a difícil missão de salvar a equipe do descenso na Série B do Campeonato Brasileiro. Teve sucesso na tarefa, após uma improvável sequência na reta final, caindo nas graças da torcida do Vovô, que passou a tratar Lisca como um ídolo.

No entanto, um começo de temporada irregular fez com que o prestígio do treinador ficasse estremecido e no dia 28 de março de 2016, Lisca Doido foi demitido do Ceará.

Na madrugada de 18 de novembro de 2016, Lisca foi contratado como técnico do Internacional, com a missão de livrar o time do rebaixamento. Não teve sucesso nesta missão e acabou deixando o Colorado ainda em 2016. 

Passou pelo Paraná, mas acabou demitido em 2 de setembro de 2017. A decisão surpreendeu os torcedores, já que o time havia derrotado o Flamengo na Primeira Liga, estava na cola do G-4 da Série B do Brasileirão e com 62,5% de aproveitamento.

Em 8 de outubro de 2017, Lisca foi anunciado como novo técnico do Guarani, que lutava contra o rebaixamento para a Série C. Em 29 de novembro de 2017 deixou o Bugre após conseguir seu objetivo, no caso evitar a queda da equipe de Campinas para a Série C do Brasileirão.

No dia 4 de novembro de 2018, Lisca participou do Domingo Esportivo Bandeirantes, com Milton Neves. Confira a entrevista:

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES