Lisca

Técnico de futebol

por Rafael Serra

Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, o Lisca Doido, nasceu em Porto Alegre-RS no dia 11 de agosto de 1972. Treinador de futebol com passagens por Internacional, Náutico, Ceará e América, Lisca "Doido" foi anunciado como novo técnico do Vasco da Gama no dia 20 de julho de 2021, para a disputa da sequência da Série B do Brasileirão, assumindo o lugar de Marcelo Cabo. No dia 08 de setembro do mesmo ano, porém, se demitidiu do clube carioca após resultados ruins.

Apesar de nunca ter atuado como jogador profissional, Lisca tem o ludopédio no sangue, pois é bisneto de Carlos de Lorenzi e neto de Jorge de Lorenzi, ambos ex-goleiros do Internacional de Porto Alegre.

Sua estreia como treinador se deu nas categorias de base do Inter, em 1990. Passou pelo São Paulo cinco anos mais tarde e retornou ao Inter onde engrenou outras cinco temporadas à frente das categorias de base do clube gaúcho.

Em 2001 teve a primeira chance de comandar uma equipe profissional, quando esteve à frente do Ulbra. Passou também pelas categorias de base de Grêmio e Fluminense, retornando ao Inter em 2006.

Em 2009, pelo Porto Alegre, conquistou a segunda divisão do Campeonato Gaúcho, seu primeiro título em uma equipe profissional.

Dois anos mais tarde venceu a Copa MT, pelo então desconhecido Luverdense.

Lisca ganhou maior projeção nacional e também a alcunha de "Doido " ao treinar o Náutico, entre 2013 e 2014. As dancinhas do técnico e algumas provocações o ajudaram a cair nas graças da torcida. Após deixar o clube pernambucano, Lisca passou pelo Sampaio Corrêa, onde teve uma breve e conturbada passagem.

Retornou ao Náutico em 2015, desta vez tendo uma passagem ainda mais breve que a primeira.

Assumiu o Ceará no final de setembro de 2015, com a difícil missão de salvar a equipe do descenso na Série B do Campeonato Brasileiro. Teve sucesso na tarefa, após uma improvável sequência na reta final, caindo nas graças da torcida do Vovô, que passou a tratar Lisca como um ídolo.

No entanto, um começo de temporada irregular fez com que o prestígio do treinador ficasse estremecido e no dia 28 de março de 2016, Lisca Doido foi demitido do Ceará.

Na madrugada de 18 de novembro de 2016, Lisca foi contratado como técnico do Internacional, com a missão de livrar o time do rebaixamento. Não teve sucesso nesta missão e acabou deixando o Colorado ainda em 2016. 

Passou pelo Paraná, mas acabou demitido em 2 de setembro de 2017. A decisão surpreendeu os torcedores, já que o time havia derrotado o Flamengo na Primeira Liga, estava na cola do G-4 da Série B do Brasileirão e com 62,5% de aproveitamento.

Em 8 de outubro de 2017, Lisca foi anunciado como novo técnico do Guarani, que lutava contra o rebaixamento para a Série C. Em 29 de novembro de 2017 deixou o Bugre após conseguir seu objetivo, no caso evitar a queda da equipe de Campinas para a Série C do Brasileirão.

Em junho de 2018, assumiu o time do Ceará, ajudando o Vozão a escapar do rebaixamento para a Série B naquela temporada. No ano seguinte, no entanto, foi demitido após a perda do título cearense, em final contra o Fortaleza de Rogério Ceni.

Foi contratado em 30 de janeiro de 2020 pelo América-MG, para a disputa do Campeonato Mineiro, do Brasileiro da Série-B e da Copa do Brasil. No Coelho, Lisca fez trabalho de destaque, conseguindo a acesso para a Série A do Brasileirão e chegando até a final do Mineiro e semifinal da Copa do Brasil. Acabou deixando o clube em 14 de junho de 2021.

No dia 4 de novembro de 2018, Lisca participou do Domingo Esportivo Bandeirantes, com Milton Neves. Confira a entrevista:

 

No dia 3 de janeiro de 2021, Lisca participou do "Domingo Esportivo Bandeirantes". Confira a entrevista completa no player abaixo: 

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES