Hernán Crespo

Ex-atacante do River Plate, Parma e Seleção Argentina

por Kaique Lopreto

Hernán Jorge Crespo, o Crespo, nasceu no dia 5 de julho de 1975 na cidade Florida, na Argentina. Após se aposentar do futebol, ele decidiu seguir a carreira de treinador e, em julho de 2014, aceitou ser o técnico do time de juniores do Parma, da Itália.

No começo de 2015 Crespo assumiu o comando técnico do Modena, time da Segunda Divisão Italiana, onde ficou até o dia 26 de março de 2016, quando foi demitido.

No ano de 2019 treinou o Banfiled, da Argentina. No início de 2020 assumiu o comando do Defensa Y Justicia para a disputa do campeonato local e da Libertadores da América.

Ainda muito jovem, com apenas 18 anos, estreou no time profissional do River Plate. Crespo já mostrava ótimo faro de gol e ajudou o time a ser bicampeão argentino (1993 e 1994). Em 1996, ele foi uma peça importante na conquista da Libertadores pelo River. Com tanto destaque, acabou se transferindo para o Parma.

Atuando pelo Gialloblù, Crespo impressionou a Itália inteira. Em quatro temporadas, ele foi fundamental nas conquistas da Copa da Itália (1999) e Copa da UEFA (1999). Assim, em 2000, foi vendido a Lazio pela quantia de 51,5 milhões de euros, segunda transferência mais cara da história na época.

O argentino passou dois anos na Biancocelesti. Não atuou com tanta frequência como esperado e acabou sendo negociado com a Inter de Milão. A partir deste momento, o atacante acumulou passagens pelo Chelsea, Milan, Inter de Milão (outra vez), Genoa, Parma e se aposentou, em 2012, no Barasat, da Índia.

Nesses anos de carreira, ele acumulou um título de Campeonato Inglês (2006) com o Chelsea e três Campeonatos Italianos (2007, 2008 e 2009), todos pela Inter. Vale ressaltar que ele também é o jogador que mais fez gols com a camisa do Parma e, em 2004, foi integrado entre os 100 melhores jogadores de todos os tempos pela FIFA.

Pela Seleção Argentina, Crespo também fez bonito. Em 1996, foi medalha de prata nos Jogos Olímpicos e participou das Copas do Mundo de 1998, 2002 e 2006. Foram 65 partidas e 35 gols pela seleção.

Após pendurar as chuteiras em 2012, Crespo não conseguiu ficar longe do futebol por muito tempo. Em julho de 2014, ele retornou ao Parma, mas desta vez para ser treinador do time júnior.

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Int
    12
  • 2 Vas
    10
  • 3 Atl
    9
  • 4 São
    10
  • 5 Pal
    8
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES