Deivid

Ex-atacante do Santos e Corinthians
por Túlio Nassif

Deivid de Souza, o Deivid, nasceu no dia 22 de outubro de 1979, em Nova Iguaçu, Rio de Janeiro e foi um centroavante com ótimas passagens por diversos clubes do Brasil e do exterior.
 
O ex-jogador foi anunciado como técnico do Cruzeiro no dia 8 de dezembro de 2015, mas ficou apenas até o dia 24 de abril de 2016 no cargo. Em dezembro do mesmo ano, Deivid ganhou uma nova oportunidade para trabalhar como treinador, desta vez no Criciúma. 

Iniciou sua carreira no Nova Iguaçu, time da sua cidade natal, de 1998 a 1999. Atacante matador, com seus 82 gols em 148 jogos, chamou a atenção do Joinville e se transferiu para lá em 1999. Fez apenas 27 jogos pelo time de Santa Catarina, mas também fez 19 gols. Por tal motivo, o Santos contratou rapidamente o jogador, que defendeu o Peixe de 1999 a 2001.

O time da Vila Belmiro não conseguiu segurar Deivid e, em 2001, o jogador acertou sua ida para o rival Corinthians. No Timão, os títulos começaram a aparecer. Em 2002, conquistou o Torneio Rio-São Paulo e a Copa do Brasil (onde detém a marca de segundo maior artilheiro da competição, com 13 gols, perdendo apenas Fred, que em 2005, marcou 14 gols pelo Cruzeiro), além do quase Campeonato Brasileiro, ficando em segundo lugar, sendo derrotado na final justamente pelo Santos, seu ex-clube.

E foi assim sua passagem pelo Corinthians, entre 2001 a 2013, Deivid fez 97 jogos e anotou 37 gols, alguns decisivos para a equipe.

Até que, em 2003, transferiu-se para o Cruzeiro. Ficou menos de um ano na Toca da Raposa, o suficiente para fazer história no clube mineiro. Foi bicampeão da Copa do Brasil, campeão mineiro e campeão brasileiro, sagrando-se campeão da Tríplice Coroa, do bom time comandado por Vanderlei Luxemburgo.

Com o sucesso, acabou sendo vendido ao Bordeaux, da França, atuando somente em 2003.

Retornou ao Brasil para seu ex-clube, o Santos. Outra vez, brilhava a estrela de Deivid e conquistou o Campeonato Brasileiro de 2004. A segunda passagem pelo Alvinegro Praiano, em 69 jogos, ele fez 26 gols.

Em 2005, foi transferido para o Sporting Lisboa e se manteve no clube por até 2006.

Vendido para o Fenerbahçe em 2006, permaneceu até 2010, onde foi ídolo da torcida turca, junto com ex-companheiro de Cruzeiro, Alex, com o qual foi Campeonato Turco da temporada 2006/07. Em 18 de agosto de 2010, rescindiu o contrato com o Fenerbahçe e acertou com o Flamengo.

Após quase ser rebaixado no Campeonato Brasileiro com Flamengo em 2010, em 2011, sagrou-se campeão da Taça Guanabara de 2011. Porém, Deivid caiu de produção e em 32 jogos, marcou apenas nove gols.

Em 2012, Deivid perdeu um gol histórico contra o Vasco da Gama em partida válida pela semi-final da Taça Guanabara. Após este fato, perdeu espaço no time, pois Vagner Love que chegou à Gávea há pouco tempo e ainda mais com novas contratações.

No dia 31 de agosto de 2012, acertou sua rescisão contratual com o clube. Sua saída do clube foi depois de dois anos de altos e baixos, alternando entre a titularidade com a reserva.

Com a saída do Rubro-Negro, Deivid assinou um contrato de três anos com o Coritiba, no dia 3 de setembro de 2012. E no Coxa, o atacante recuperou seu bom futebol e conquistou o Campeonato Paranaense de 2013.
 
Após pendurar as chuteiras no início de abril de 2014, o ex-jogador foi anunciado como auxiliar do técnico Vanderlei Luxemburgo no Flamengo no dia 23 de de julho do mesmo ano.
 
No dia 17 de abril de 2019, o repórter Gabriel Carneiro, do UOL ESPORTE, publicou entrevista exclusiva com o ex-atacante. Clique aqui e confira.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES