Carlos Miguel

Ex-meia do Grêmio e São Paulo

por Rogério Micheletti

Carlos Miguel, o Carlos Miguel da Silva Júnior, ex-meia do Grêmio, Sporting de Lisboa, São Paulo e Internacional, hoje reside em Porto Alegre-RS, onde possui uma clínica de futebol ao lado do também ex-jogador Dinho. Eles têm uma parceria com um clube e tem como objetivo revelar jogadores.

Em 2015, passou a trabalhar também como comentarista da Grêmio Rádio Umbro.

Nascido no dia 12 de junho de 1972, em Bento Gonçalves (RS), Carlos Miguel começou a carreira nas categorias de base do Grêmio. Ele fez parte da equipe vice-campeã da Taça São paulo de Juniores. O Grêmio, que tinha no gol Danrlei, foi derrotado pela Portuguesa, do saudoso meia Dener.

Profissionalizado no Tricolor Gaúcho, Carlos Miguel se tornou uma peça importante do time comandado por Luiz Felipe Scolari. Conquistou vários títulos pelo Grêmio, destaques para o Brasileiro de 1996, o da Libertadores da América de 1995 e os da Copa do Brasil de 1994 e 1997, quando o meia fez o segundo gol do Grêmio que garantiu a taça. O jogo estava 2 a 1 para o Flamengo (dois gols de Romário e um de João Antônio).

Valorizado, Carlos Miguel teve o seu passe negociado com o Sporting de Lisboa. Não conseguiu se adaptar ao futebol português, foi parar no banco de reservas e decidiu retornar ao futebol brasileiro. Poucos meses depois de deixar chegar ao time lisboeta, Carlos Miguel já acertava contrato com o São Paulo para defender a equipe paulista no estadual de 1998.

Teve sorte. Em seu primeiro ano com a camisa do Tricolor paulista, Carlos Miguel conquistou um título importante: o Paulistão de 1998, vencido sobre o rival Corinthians. Mais um estadual viria com a camisa são-paulina: o de 2000, que teve o Santos como vice-campeão.

Apesar dos altos e baixos no clube do Morumbi, Carlos Miguel chegou a ter chances na seleção brasileira. Ela aconteceu quando Emerson Leão era o técnico. O meia foi convocado para a disputa da Copa das Confederações.

Voltou ao São Paulo, teve dificuldades para manter a forma física e acabou deixando o clube em 2001 para defender o Internacional de Porto Alegre, justamente o maior rival do Grêmio, clube que o projetou. Não conseguiu reeditar boas exibições no Beira-Rio e rodou por outras equipes antes de se fixar em Maceió.

Em 2006, ele esteve jogando no Corinthians de Alagoas. No ano de 2012, lançou sua candidatura a vereador em Cachoeirinha-RS pelo PMN mas não foi eleito, contabilizando 350 votos.

ver mais notícias

Jogos pelo São Paulo

Segundo o "Almanaque do São Paulo", de Alexandre da Costa, Carlos Miguel dispoutou 187 partidas com a camisa são-paulina, foram 98 vitórias, 40 empates e 49 derrotas. O meia marcou 18 gols pelo Tricolor paulista.

Selecione a letra para o filtro

Mais lidas

  • Sem notícias nesta categoria
  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    42
  • 2 Pal
    39
  • 3 San
    37
  • 4 Int
    33
  • 5 Cor
    32
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES