Tatá, o Antonio Carlos Pedrosa

Radialista esportivo

por Marcos Júnior Micheletti

Tatá, o Antonio Carlos Pedrosa, radialista com brilhante trajetória no interior paulista, morreu em 25 de agosto de 2020, aos 75 anos, vítima de covid-19. Ele residia em Ibitinga, interior paulista, e seu óbito aconteceu uma semana após perder sua esposa também por conta de covid-19.

Nascido em 14 de outubro de 1944, Tatá notaliizou-se inicialmente nas locuções de jogos da 3ª Divisão da Federação Paulista de Futebol, passando em seguida a narrar jogos de divisões superiores e da Seleção Brasileira, nas décadas de 1970 e 1980, pela Rádio AM de Ibitinga (SP).

Um dos mais longevos no rádio brasileiro, o saudoso Tatá formou uma afinada dupla com o também saudoso Roque de Rosa no Jornal Falado, o Matutino R.I, por mais de 50 anos.

Foi casado por 51 anos com Maria de Lourdes Pedrosa, com quem teve quatro filhos: Izabel Cristina, Iza Flávia, Antonio Carlos Pedrosa Júnior e Gabriel Victor Pizani. O casal teve três netos: Caio Petrosa Zapata, Manuela de Lima Pedrosa e Alisa Maria Pedrosa Oliveira.

Colaboração de Fernando Lisboa

 
 
 
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES