Ronaldo Luís

Ex-lateral do São Paulo
Ronaldo Luís, o Ronaldo Luís Gonçalves, ex-lateral-esquerdo do São Paulo, mora hoje em Belo Horizonte-MG, sua cidade natal. Lá, o "pé-de-anjo? do São Paulo FC é pastor evangélico. E tem são-paulino orando, rezando e agradecendo a Ronaldo Luís até hoje por ele ter salvo, debaixo das traves, vários gols contra o São Paulo.

Um desses casos ocorreu na final do Mundial de Clubes em 1992 contra o Barcelona, quando o jogo estava 1 a 1. Zetti, já batido, só não foi pegar a bola no fundo da rede porque o grande Ronaldo Luís matou o lance em cima da linha. A cena já havia acontecido antes, na Taça Libertadores daquele ano.

Ronaldo Luís defendia seu primeiro clube, o América-MG, quando foi indicado por Telê Santana para atuar pelo São Paulo. Ronaldo considera Telê uma verdadeira benção em sua vida.

Pelo Tricolor,  Ronaldo Luís, que nasceu no dia 14 de agosto de 1966, jogou 109 partidas, sendo 61 vitórias, 28 empates e 20 derrotas, segundo o Almanaque do São Paulo, de Alexandre da Costa. Entre 1992 e 1995, o querido ex-lateral marcou apenas dois gols. Mas cada bola que ele tirou vale 1000 gols no coração do são-paulino.

O pastor Ronaldo Luís defendeu também o Cruzeiro e o Vasco, mas  as cinco cirurgias que sofreu no joelho esquerdo, sendo uma delas para corrigir um erro médico (restos cirúrgicos que deixaram em seu joelho), abreviaram sua carreira.

Foi desacreditado pelo próprio São Paulo e ficou com a fama de "chinelinho" e "canela de vidro", pois não conseguia se recuperar.

Foi em 2002 que Ronaldo Luís tornou-se pastor evangélico e mantém um belo trabalho junto às crianças da região de Contagem-MG.

São 92 meninos e meninas, entre 6 e 14 anos de idade, que precisam estar matriculados na escola para participarem do projeto. As crianças recebem café da manhã, almoço, lanche, vão para a escola e depois para suas casas.

Ronaldo encerrou sua carreira com apenas 28 anos, mas seu trabalho fora dos campos é inestimável.

Parabéns, Ronaldo Luís!

Selecione abaixo, em  "Próxima Página", os melhores momentos de São Paulo 2 x 1 Barcelona, pela final do Mundial Interclubes de 1992



A ficha do jogo:

São Paulo 2 x 1 Barcelona Data: 13/12/1992
Local: estádio Nacional de Tóquio
Árbitro: Juan Carlos Lostau (ARG)
Público: 60 mil pagantes
São Paulo: Zetti, Vitor, Adilson, Ronaldão e Ronaldo Luis; Toninho Cerezo (Dinho), Pintado e Raí; Cafu, Palhinha e Muller. Técnico: Telê Santana
Barcelona: Zubizarreta, Ferrer, Koeman, Guardiola e Euzébio; Bakero (Goicoechéa), Amor, Witschge e Beguiristiain (Nadal); Stoichkov e Laudrup. Técnico: Johann Cruyff
Gols: Stoichkov aos 11min do primeiro tempo e Raí aos 27min do primeiro e aos 34 minutos do segundo tempo.

ver mais notícias

Pelo São Paulo:

Atuou em 109 jogosm sendo 61 vitórias, 28 empates e 20 derrotas.
Fonte: Almanaque do São Paulo,
Autor: Alexandre da Costa

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES