Kobe Bryant

Um dos maiores ala-armadores da história

por Marcus Vinicius Dias Magalhães

Fã de Oscar Schmidt e do futebol brasileiro, Kobe Bean Bryant, ou simplesmente Kobe Bryant, nascido na Filadélfia, no dia 23 de agosto de 1978, é um dos maiores ala-armadores da história do Los Angeles Lakers, conquistando todos seus cinco títulos da NBA pela equipe da Califórnia. Kobe, como é chamado, chegou a ser comparado com Michael Jordan, pelo seu ex-treinador Phil Jackson. Na temporada 2010/2011, sua equipe foi massacrada nas semifinais dos playoffs, perdendo por 4 a 0 paro o Dallas Mavericks.
 
Kobe Bryant morreu prematuramente, aos 41 anos, vítima de um acidente de helicóptero na Califórnia, no dia 26 de janeiro de 2020.
 
Logo aos seis anos de idade, Kobe mudou-se para a Itália, quando o pai Joe Bryant, ex-jogador do Philadelphia 76ers e ex-técnico do time da WNBA Los Angeles Sparks, deixou a NBA para jogar na Europa. Sendo assim, Kobe recebeu fortes influências para se tornar jogador de basquete. Em sua passagem na Europa, aprendeu a falar italiano e espanhol fluentemente. Foi lá que conheceu a estrela do basquete brasileiro Oscar Schmidt, se tornando fã do ala da Seleção Brasileira, em seguida.

Em Milão, Kobe também teve contato com o futebol, se tornando torcedor do Milan. Ele declarou, mais tarde, que se tivesse permanecido por mais tempo na Itália, tentaria se tornar um jogador profissional de futebol, pois admirava o modo como o brasileiro Ronaldinho Gaúcho jogava.

Bryant voltou aos Estados Unidos, em 1991, porém, não precisou passar por uma grande universidade para chamar a atenção dos olheiros da NBA. Foi em Lower Merion, subúrbio da Filadélfia, que ele já começou a se destacar.

No seu segundo ano de High School, Kobe foi treinado por seu próprio pai. Sendo assim, no Draft de 1996, foi escolhido pelo New Orleans Hornets e trocado, sem realizar nenhuma partida pela Franquia, para o Los Angeles Lakers, pois o exigente jovem de 18 anos disse que gostaria de morar na Califórnia.
 
Então, o General Manager do Los Angeles Lakers, impressionado com a habilidade de Bryant, tratou logo de levá-lo ao time, trocado pelo pivô Vlade Divac, ídolo do Lakers naquela época. Já que Kobe tinha apenas 17 anos, seus pais tiveram que assinar com ele o contrato junto ao Los Angeles.

Na primeira temporada, Kobe já era reconhecido pela torcida, pela sua incrível habilidade e, sobretudo, a forma que enterrava. Com isso, Kobe foi o vencedor do concurso de enterradas de 1997.

No ano seguinte, ele evoluiu, terminando o ano com médias de 15,4 pontos por jogo. Seu ótimo desempenho em quadra fez com que se tornasse o mais jovem jogador a participar do All-Star Game, o que fez com que, pela primeira fez desde 1983, quatro jogadores de um mesmo time, fossem chamados para participar do jogo das estrelas. Pois, além de Bryant, também foram convocados o pivô Shaquille O´Neal e os armadores Eddie Jones e Nick Van Exel.

A temporada de 98/99 foi curta devido a um período de greve dos jogadores da NBA, mas Kobe foi titular em todos os 50 jogos realizados. O time foi aos playoffs da temporada, mas foram varridos pelo San Antonio Spurs nas semifinais de conferência. Nessa época, ele já era comparado com o Michael Jordan e Magic Johnson.


Com a chegada do técnico Phil Jackson, que levou o Chicago Bulls, de Michael Jordan ao hexacampeonato na NBA, Kobe e o time cresceram muito. Kobe passou a integrar o grupo dos melhores armadores da liga e com o pivô Shaquille O´Neal formou uma das maiores duplas da história da liga. Essa dupla, comandada por Phil, determinou três títulos consecutivos para o Lakers, 2000, 2001 e 2002.

Chegou a perdeu o início da temporada 1999-2000, por uma lesão na mão, que o deixou fora por 6 semanas. Ao voltar, ele subiu todas as suas estatísticas e, inclusive, liderou o time em assistências por jogo e roubos de bola por jogo.

Na temporada de 2002/2003, o ala-armador teve uma das melhores performances individuais de atleta. Ele fechou o campeonato com médias demais de 30 pontos por jogo, além de distribuir seis assistências e pegar sete rebotes. Além disso, ele chegou a ter médias de 40 pontos em nove partidas consecutivas, conduzindo o Lakers a uma campanha de cinquenta vitórias na temporada regular.
 
Tudo parecia caminhar para o quarto título seguido do Los Angeles, mas naquele ano a equipe da Califórnia foi derrotado pelo time do Spurs, de Tim Duncan e David Robinson, que conduziram o time de San Antonio ao título da NBA naquela temporada.

Kobe ainda conseguiu levar o Los Angeles Lakers, junto com o astro Shaquille O´Neal, a três títulos da NBA. Porém, desentendimentos com o pivô fizeram com que a dupla se separasse, com a saída de Shaq para o Miami Heat.

Uma curiosidade de Bryant foi ele trocar o número 8 de sua camisa pelo 24, a partir da temporada 2006/2007. Alguns dizem que foi por causa do número de Michael Jordan ter sido o 23. Já outros, dizem que foi por causa da numeração utilizada na época da High School. Porém, o rumor mais forte é que a Nike, sua fornecedora de material esportivo, teria pedido para ele mudar o número, já que a Adidas, que fornecia os equipamentos anteriormente, ainda tem linhas de tênis que utilizam a marca Bryant  com o número 8.
Voltando aos números como atleta, ele se tornou o único armador, ao lado de Michael Jordan, a passar da marca de 27 mil pontos.

Na temporada 2005/2006, Bryant anotou oitenta e um pontos contra o time Toronto Raptors, ultrapassando e cravando a segunda melhor marca de todos os tempos, ficando atrás do pivô Wilt Chamberlain, que conseguiu o incrível feito de 100 pontos em uma só partida.

Pela Seleção dos EUA, Kobe estava no elenco que ganhou a medalha de ouro nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, mesmo ano que conquistou seu primeiro MVP da temporada da NBA.

Kobe Bryant ainda conquistou  mais dois títulos da NBA, nas temporadas de 2009 e 2010, além de ser eleito o MVP das finais nas duas ocasiões.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Int
    12
  • 2 Vas
    10
  • 3 Atl
    9
  • 4 São
    10
  • 5 Pal
    8
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES