Polozzi

Ex-quarto zagueiro da Ponte Preta e Palmeiras
por Rogério Micheletti
 
José Fernando Polozzi, o Polozzi, zagueiro da Ponte Preta e do Palmeiras no final dos anos 70 e início dos 80, tornou-se treinador de futebol. O ex-beque tem residência fixa em Vinhedo (SP).
 
Natural da cidade de Louveira, interior de São Paulo, onde nasceu no dia 1º de outubro de 1955, Polozzi já trabalhou no União de Mogi das Cruzes (SP), Jabotical(SP), equipe da série A-3 do futebol paulista, Primavera de Indaiatuba (SP), Araçatuba, Votuporanguense, equipes do Piauí (River e Comercial) e Francana-SP.
 
Dirigiu o Bandeirante de Birigui, no início de 2006, mas acabou sendo substituído pelo ex-zagueiro Vitor Hugo, em abril. Em junho, assumiu o comando técnico da Jataiense, da cidade de Jataí (GO). No ano seguinte, foi comandar o River (PI), finalista do Campeonato Piauiense no mesmo ano. Voltou ao Jataiense em 2010.
 
Polozzi formou grande dupla de zaga na Ponte, vice-campeã Paulista de 77 e 79, com Oscar. No time do Moisés Lucarelli, ele viveu a melhor fase na carreira como jogador. No Palmeiras, Polozzi não rendeu tudo o que podia.
Polozzi, que nasceu no dia 1º de outubro de 1955 em Vinhedo (SP), fez 127 partidas pelo Palmeiras (55 vitórias, 40 empates e 32 derrotas) e marcou oito gols, entre os anos de 1979 e 1982 e depois em 1985, como mostra o "Almanaque do Palmeiras", de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti.
 
O ex-zagueiro, casado, pai de quatro filhos (três mulheres e um homem) e avô de dois netos encerrou a carreira defendendo o Tiradentes de Brasília (DF). Também teve passagens pelo Araçatuba, Linense, Toledo (PR), Goio-Erê (PR), o Bangu e o Botafogo de Ribeirão Preto.
 
O ex-beque também teve passagem pela Seleção Brasileira, inclusive foi para a Copa do Mundo de 1978, quando foi reserva de Amaral. Com a camisa canarinho, fez quatro jogos (3 vitórias, 1 empate - todos em 1978) e não marcou nenhum gol, números do livro "Seleção Brasileira 90 anos", de Antônio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.
ver mais notícias

Pelo Palmeiras:

Atuou em 127 jogos, sendo 55 vitórias, 40 empates e 32 derrotas. Marcou 8 gols.
Fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES