Fazendeiro

Ex-atacante do Uberlândia
por Milton Neves/colaborou Moacir Adolfo Borges Ramos
 
Fazendeiro, o Edson Gonzaga de Souza, jogou profissionalmente exclusivamente na equipe mineira do Uberlândia, apesar de convites de outros clubes, como Cruzeiro, Atlético-MG, Corinthians, São Paulo, Comercial de Ribeirão Preto e, principalmente, o Flamengo, por insistência do então treinador Yustrich.
 
De acordo com Moacir, ex-goleiro do Uberlândia, Moacir sofre do Mal de Alzheimer, e atualmente mora no bairro Lídice, em Uberlândia, onde é dono da madeireira "Fazendeiro Madeiras", na Avenida Floriano Peixoto. Casado com a Sra. Célia Rodrigues de Souza, o casal é paí de três filhas (Viviane Rodrigues de Souza, Cristiane Rodrigues de Souza e Daniela Rodrigues de Souza. Eles são avós de Natan Moreira de Souza e Ana Laura Moreira de Souza.
 
Mas o atacante Fazendeiro, nascido na cidade mineira de Urberlândia em 25 de novembro de 1942, decidiu não deixar sua cidade natal, onde trabalhava no Banco Comercial-Industrial (mais tarde absorvido pelo Comind), e o futebol era um complemento para aumentar sua renda.
 
Tendo morado em uma fazenda e, posteriormente adquirindo sua propriedade, assim surgiu o apelido, que o tornou conhecido não apenas em sua cidade, mas em todo o Triângulo Mineiro.
 
Fazendeiro relembra dois momentos inesquecíveis em sua carreira futebolistica, o primeiro em um jogo em casa, em que sua equipe perdia por 2 a 0, faltando vinte minutos para o final da partida.
 
" Entrei e fiz três gols. Ganhamos o jogo de 3 a 2 e foi inesquecível", emociona-se Fazendeiro.
 
Outro momento memorável de Fazendeiro aconteceu em um amistoso diante do Botafogo, dirigido por Zagallo.
 
"Eles (Botafogo) estavam com uma série de jogos invictos. No final da partida fiz uma jogada e me preparava para fazer o gol quando o zagueiro fez pênalti. Mas o Zagallo não deixou que a penalidade fosse batida, tirando o time de campo, gerando uma grande confusão", relembra Fazendeiro, que deixou os gramados em 1970, com em função de contusão no joelho.
 
Na galeria de fotos, é possível vê-lo no dia 12 de novembro de 2005, ocasião em que o jornalista Milton Neves recebeu o Título de Cidadâo de Uberlândia. Fazendeiro era o mais carinhoso e emocionado com a presença de Milton Neves no Triângulo Mineiro.
 
"É apenas gratidão, pois o Milton Neves, há sete anos, fala de mim na televisão e no rádio. Hoje, graças a ele, sou mais famoso do que quando jogava", diz Fazendeiro.
 
O ex-atacante afirma que o melhor Uberlândia de todos os tempos foi o de 1968, terceiro colocado do campeonato mineiro. O time tinha: Renato, Paulo, Dunga, Neiriberto e Carlinhos; Jorge e Hamilton; Quinzito, Fazendeiro, Ferreira e Reis. Técnico: Gérson dos Santos. Dunga e Reis, ex-ponta-esquerda do São Paulo, já morreram.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES