Daniel Frasson

Ex-volante do Palmeiras, Internacional e Fortaleza

por Rogério Micheletti

Daniel Frasson, o loiro ex-volante do Palmeiras, nos anos 90, encerrou a sua carreira no Fortaleza em 2003. Hoje, ele mora na capital cearense. Em 2018, Frasson seguia trabalhando como coordenador das categorias de base do Fortaleza.

Nascido no dia 19 de outubro de 1966, em Siderópolis-SC, Daniel começou a carreira no futebol catarinense e se destacou, em 1991, na Internacional de Limeira. Em 1993, o meio-campista, que ficou no Palmeiras de 1992 a 1995, foi um dos volantes palmeirenses do time que faturou o campeonato paulista, quebrando o jejum de 16 anos sem título.

Pelo Alviverde do Parque Antártica, Frasson atuou em 103 partidas (60 vitórias, 20 empates, 23 derrotas - números do "Almanaque do Palmeiras", de Celso Dario Unzelte e Mário Sérgio Venditti) e foi o autor de oito gols, um deles contra o arqui-rival Corinthians, no Morumbi, no dia 14 de fevereiro de 1993. O alviverde bateu o time do Parque São Jorge por 2 a 0. O outro gol palmeirense foi marcado por Edmundo.

Daniel também atuou no Internacional (RS), Atlético Mineiro, Paraná, entre outros times, antes de parar no Tricolor de Aço, onde foi um dos heróis na conquista do campeonato cearense de 2000. O Fortaleza jogou a final contra o Ceará com: Maisena, Ronald (Jaime), Júnior Paulista, Denílson (Carlinhos) e Ivan, Dude, Pires (Rogers), Daniel Frasson e Bechara, Vinicius e Eron.

Clubes em que Frasson atuou e trabalhou

Como jogador, Daniel Frasson jogou pelas seguintes equipes: Figueirense, Bragantino, Internacional de Limeira (SP), Palmeiras, Internacional, Atlético Mineiro, Juventude, Paraná, Juventus, XV de Piracicaba (SP) e Fortaleza.
O ex-volante foi auxiliar técnico duas vezes no Fortaleza: uma de Jair Picerni e outra de Márcio Bittencourt. Daniel Frasson começou a carreira de treinador no próprio Forltaeza e chegou ao Crato (CE) em 2007. E depois foi para o Guarani (CE).

ver mais notícias

Pelo Palmeiras

Pelo Alviverde do Parque Antártica, Frasson atuou em 103 partidas (60 vitórias, 20 empates, 23 derrotas - números do "Almanaque do Palmeiras", de Celso Dario Unzelte e Mário Sérgio Venditti) e foi o autor de oito gols, um deles contra o arqui-rival Corinthians, no Morumbi, no dia 14 de fevereiro de 1993. O alviverde bateu o time do Parque São Jorge por 2 a 0. O outro gol palmeirense foi marcado por Edmundo.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES