Carlos Amarilla

Árbitro paraguaio
por Tufano Silva

Carlos Arecio Amarilla Demarqui é um dos mais renomados homens do apito do futebol sul-americano. Em 2015, Amarilla foi afastado do quadro de árbitros da Associação Paraguaia de Futebol (APF) por conta de investigações quanto à irregularidades na atuação do árbitro no jogo Corinthians e Boca Juniors, em 2013. O árbitro tambem trabalha como engenheiro eletricista.

Nascido em 26 de outubro de 1970, Carlos Amarilla iniciou sua carreira como árbitro na metade dos anos 90. As boas atuações nos torneios paraguaios fizeram com que, em 1997, ele tivesse a oportunidade de apitar sua primeira partida internacional, entre as seleções do Uruguai e do Equador.

Em 2004, foi o árbitro da final da Copa América, disputada no Peru. O duelo foi entre Brasil e Argentina, e a seleção canarinha levou a taça ao vencer a equipe rival nos pênaltis, após a partida terminar empatada em 2 a 2. Luisão e Adriano marcaram para o Brasil, enquanto Kily González e César Delgado anotaram os tentos dos alvicelestes.  

Amarilla foi um dos 21 árbitros selecionados para a Copa do Mundo de 2006, realizada na Alemanha. Lá, apitou os jogos entre Estados Unidos e República Tcheca, e entre Suíça e Togo, todos pela primeira fase da competição.

A bela trajetória de Carlos Amarilla recebeu um profundo arranhão no dia 15 de maio de 2013. Na partida entre Corinthians e Boca Juniors, disputada no Pacaembu, válida pelas oitavas-de-final da Libertadores daquele ano, o árbitro deixou de marcar dois claros pênaltis para o Timão, além de ter invalidado dois gols legais da equipe da casa, estes com a "ajuda" de seus assistentes.
 
A polêmica atuação voltou ao noticiário no dia no dia 22 de junho de 2015, após um programa de TV argentino divulgar escutas telefônicas entre Julio Grondona, então presidente da AFA (Associação do Futebol Argentino), que morreu em 2014, e Abel Gnecco, representante argentino no comitê de árbitros da Conmebol.

Nas conversas os dirigentes dão indícios de que a escalação do árbitro paraguaio para a partida teria sido encomendada. Um dia depois do vazamento das gravações, a Associação Paraguaia de Futebol (APF) comunicou o afastamento de Carlos Amarilla e Rodney Aquino (assistente) até o fim das investigações sobre o caso.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    13
  • 2 Atl
    12
  • 3 São
    11
  • 4 San
    10
  • 5 Int
    9
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES