Braguinha

Ex-atacante do futebol de Muzambinho-MG
por Milton Neves

Braguinha, o José Alexandre Braga, primo-irmão de Lenice Magnoni Neves, esposa de Milton Neves, mora hoje em Guaxupé-MG.
 
Lá, foi dono de uma panificadora e atualmente trabalha na Toca Som, na mesma Guaxupé.

Casado com Neusa Bócoli Braga, o ex-atacante tem três filhos, dois netos e foi grande destaque esportivo no sul de Minas nos anos 60 e 70.

Veloz, jogava de ponta-direita e centroavante, defendeu todos os times da cidade e também de Monte Belo, Areado, Guaxupé, Botelhos, Cabo Verde, Guaranésia e Nova Resende.

Filho de José e Carmem Magnoni Braga e irmão de José Antonio e José Roberto, o menino José Alexandre Braga nasceu em 1950 com sérios problemas em suas pernas, "que não cresciam".

Desesperados, seus pais o levaram a vários médicos e ...nada. Até que um dia receberam a recomendação para que levassem o garoto até a cidade de Tambaú-SP para uma benção do "bíblico" Padre Donizete.

Coincidente ou milagrosamente, após a visita ao Santo Padre de Tambaú, as pernas do menino José Alexandre reagiram, passaram a crescer e ele tornou-se um grande atleta de futebol, conforme se verifica nas fotos.

Seus pais, José Braga e Carmem Magnoni Braga, a Zazá, já morreram, mas lá do céu devem estar felizes ao lado do Padre Donizete e por saberem que o filho deles, curado por ele, foi o primeiro brasileiro ouvido pela comissão do Vaticano, que procura no Brasil por fatos, provas e informações sobre os milagres praticados pelo Padre Donizete.

Esta "Junta Católica", dando aprovação, transformará o Padre Donizete de Tambáu-SP em  São Donizete, o novo santo brasileiro.
O corintianíssimo Braguinha foi ouvido por quase uma hora, contou tudo o que ouviu dos pais por anos e anos e hoje leva vida pacata em Guaxupé-MG.

"Não tenho dúvidas, ele praticava milagres mesmo e merece ser reconhecido pelo Vaticano", diz chorando o querido Braguinha.
Detalhe: o jornalista econômico Joelmir Beting, nascido em Tambaú-SP, que chegou a ser coroinha do Padre Donizete, também foi curado de uma gagueira crônica pelo padre e se salvou de um "quase certo afogamento" no Rio Pardo, ao invocar e implorar a ajuda de seu pároco.

"Mas meus dois companheiros de pescaria morreram", lembra emocionado Joelmir.
 
ABAIXO, VÍDEO DA TV SUL, POSTADO NO YOU TUBE EM 23 DE AGOSTO DE 2018, SOBRE A HISTÓRIA DE BRAGUINHA E O PADRE DONIZETE

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES