No Pan de 1975, Brasil foi ouro e alguns jogadores chegaram em Copas do Mundo

No Pan de 1975, Brasil foi ouro e alguns jogadores chegaram em Copas do Mundo

O Brasil tentaria nos Jogos Pan-Americanos do México, em 1975, seu segundo título da competição. O primeiro havia sido em 1963, quando o Pan foi disputado em São Paulo e a seleção tinha na equipe Carlos Alberto Torres, Jairzinho e Evaldo, do Cruzeiro, entre outros.

A Argentina defendia o título conquistado em 1971, em Cáli, mas a principal adversária do Brasil viria a ser a dona da casa, que tinha em seu ataque Hugo Sanchéz, que mais tarde faria sucesso no Real Madrid.

O Brasil seria dirigido por Thomaz Soares da Silva, o Zizinho, e levou para o México um grupo forte, com alguns jogadores que chegaram na seleção principal e até a disputar Copas do Mundo.

Na fase preliminar a seleção brasileira sobrou em seu grupo, vencendo a Costa Rica, por 3 a 1, El Salvador, por 2 a 0, e goleando a Nicarágua, por 14 a 0. Na segunda fase o Brasil empatou em 0 a 0 com a Argentina, mas se classificou para a final no saldo de gols, após as vitórias de 6 a 0 sobre a Bolívia e de 7 a 0 em Trinidad e Tobago.

A final seria contra o anfitrião México, que terminou em primeiro no grupo que contava também com Costa Rica, Cuba e Canadá. Como era esperado o jogo foi difícil e os mexicanos saíram na frente, com um gol de Tapia, no primeiro tempo.

O Brasil foi à frente e faltando apenas cinco minutos para terminar a partida, Claudio Adão, então no Santos, empatou o jogo. A partida foi para a prorrogação, mas teve de ser interrompida por falta de energia. Sem tempo para um novo jogo, as duas seleções foram proclamadas campeãs.

Conheça os jogadores que participaram do Pan de 1975 e clique no nome para saber mais de suas carreiras na seção Que Fim Levou?

Carlos (goleiro) – Jogava na Ponte Preta e disputou três mundiais, em 1978, 1982 e 1986.

Zé Carlos (goleiro) – Jogava no Botafogo e fez parte do time que ficou invicto 52 partidas entre os campeonatos brasileiros de 1977 e 1978.

Mauro (lateral) – Jogava no Guarani, foi campeão brasileiro em 1978 e jogou uma partida pela seleção principal.

Rosemiro (lateral) – Jogava no Remo, mas teve seu grande momento no Palmeiras.

Tecão (zagueiro) – Jogava no São Paulo e foi campeão brasileiro em 1977.

Edinho (zagueiro) – Jogava no Fluminense e disputou três mundiais, em 1978, 1982 e 1986.

Bianqui (zagueiro) – Jogava no Santos e foi campeão paulista em 1978.

Chico Fraga (lateral) – Jogava no Inter e foi bicampeão brasileiro, em 1975 e 1976.

Carlinhos (lateral) – Jogava no Fluminense, mas não se firmou no time principal.

Alberto Leguelé (volante) – Jogava pelo Bahia, mas nunca foi no profissional o mesmo da base.

Batista (volante) – Jogava no Inter e disputou a Copa de 1978.

João Alfredo (meia) - Jogava no Atlético Mineiro e nunca teve muito espaço no time titular.

Erivelto (meia) – Jogava no Fluminense e sem espaço acabou fazendo sucesso no Cruzeiro.

Eudes (meia) – Jogava na Portuguesa e foi outro que não explodiu no profissional.

Marcelo Oliveira (meia) – Jogava no Atlético Mineiro e participou das eliminatórias para a Copa de 1978, mas perdeu a vaga para Zico e Jorge Mendonça.

Claudio Adão (centroavante) – Jogava no Santos e foi um dos últimos parceiros de Pelé. Uma fratura na perna no ano seguinte o tirou da olimpíada de Montreal.

Luís Alberto (meia) – Jogava no Fluminense e devido a concorrência teve de ir jogar no interior paulista, na Ferroviária e no Comercial.

Santos (ponta) – Jogava no Santa Cruz e depois passou por Inter, Flamengo e Coritiba.

Tiquinho (ponta) – Jogava no Botafogo e sem oportunidades foi jogar no Nordeste.

Pitta (ponta) – Jogava no Corinthians e fez parte do grupo que perdeu o título paulista do ano anterior para o Palmeiras.

 Em pé: Carlos, Batista, Rosemiro, Tecão, Edinho, Carlinhos e o preparador físico Luiz Henrique. Agachados: o massagista Nocaute Jack, Alberto Leguelé, Cláudio Adão, Marcelo Oliveira, Tiquinho e Pitta.

 

Em pé: Rosemiro, Zé Carlos, Mauro Campos, Bianqui, Tecão, João Alfredo, Edinho, Carlos e Chico Fraga. Agachados: Nokaute Jack, Marcelo, Cremilson, Cláudio Adão, Erivelton, Tiquinho, Alberto Leguelé e Santos. 

 Em pé: Mauro, Batista, Edinho, Tecão, Carlos e Chico Fraga. Agachados: Nocaute Jack, Rosemiro, Eudes, Luis Alberto, Cláudio Adão e Santos, no dia 25 de outubro de 1975, no empate de 1 a 1 contra o México, na decisão do Pan.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa