Edinho

Ex-quarto-zagueiro do Flu, Udinese e Seleção

por Marcelo Rozenberg

Edino Nazareth Filho, o ex-zagueiro Edinho, nasceu no Rio de Janeiro em 05 de junho de 1955. Trabalhou como comentarista do SporTV entre 2012 e março de 2019, deixando o canal a cabo do Grupo Globo após não ter seu contrato renovado.

Começou, que começou sua carreira nas categorias de base do Fluminense em 1969, não teve uma infância fácil. Seu pai abandonou a família quando ele tinha apenas 4 anos. Ele ainda tinha uma outra irmã pequena e a mãe estava grávida.

Cinco anos depois, em uma partida contra o Figueirense em Florianópolis, atuou pela primeira vez como profissional.

Disputou pela Seleção Brasileira as Copas de 1978, 82 e 86. Com a camisa amarela, atuou em 87 partidas (59 como profissional - 38 vitórias, 18 empates, 3 derrotas e 3 gols marcados - e 28 na seleção olímpica / fonte: Seleção Brasileira 90 anos - Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf).

Casado pela segunda vez, pai de cinco filhos, Edinho tornou-se treinador após encerrar a carreira.

A primeira equipe que treinou foi o Fluminense, em 1991, e teve passagens por dois outros grandes do futebol carioca: Botafogo e Flamengo. No nordeste dirigiu o Bahia, Vitória e Sport Recife. Também comandou a Portuguesa de Desportos, Goiás, Grêmio, Brasiliense e Boavista-RJ. Em Portugal foi treinador do Marítimo e, também viveu duas experiências como diretor esportivo, no Vitória e no Atlético Paranaense, em 2007 e 2008, respectivamente

Em outubro de 2010 asumiu o comando técnico do Americana (ex-Guaratinguetá) para dirigir a equipe no Campeonato Paulista de 2011.

Edinho jogava bola em Copacabana quando apareceu a chance de fazer um teste no Fluminense. Aos 13 anos, começou como infantil no tricolor. E desde cedo teve a chance de mostrar seu talento para o mundo. Valoriza muito ter disputado o torneio de Futebol dos Jogos Olímpicos de 1976, em Montreal no Canadá. Dois anos depois, estava na Argentina atuando como lateral esquerdo na Copa do Mundo.

Além do Flu, Edinho defendeu Flamengo, Grêmio e Udinese na Itália. Encerrou a carreira em um time amador de Toronto, no Canadá, em 1990. Foi campeão carioca pelo Flu em 1975, 76 e 80, da Copa União em 1987 pelo Fla, e da Copa do Brasil de 1989 pelo Grêmio.

Com a camisa do Flamengo, onde atuou em 1987 e 88, foram 61 jogos (36 vitórias, 14 empates, 11 derrotas) e quatro gols marcados (fonte: Almanaque do Flamengo - Clóvis Martins e Roberto Assaf).

ver mais notícias
ver mais Áudio

Pelo Flamengo:

Atuou em 61 jogos (36 vitórias, 14 empates, 11 derrotas) e quatro gols marcados (fonte: Almanaque do Flamengo - Clóvis Martins e Roberto Assaf).

Pela Seleção Brasileira:


Atuou em 87 partidas (59 como profissional - 38 vitórias, 18 empates, 3 derrotas e 3 gols marcados - e 28 na seleção olímpica / fonte: Seleção Brasileira 90 anos - Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf).

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    61
  • 2 Pal
    53
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    44
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES