Zé Elias

Ex-volante do Corinthians
por Marcos Júnior Micheletti
 
José Elias Moedim Júnior, o Zé Elias, carinhosamente chamado de Zé da Fiel pela torcida corintiana. 
 
Em 2014, após cinco anos comentando pela Rádio Globo, Zé Elias foi contratado pelos canais ESPN para a transmissão do Campeonato Brasileiro daquele ano.
 
Nascido em São Paulo em 25 de setembro de 1976, foi lançado ao time principal do Timão no dia 07 de setembro de 1993, com apenas 16 anos pelo técnico Mário Sérgio Pontes de Paiva, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro diante do Cruzeiro.
 
O jogo, realizado no Mineirão, terminou com vitória do Corinthians por 2 a 0, gols de Tupãzinho e Leandro Silva.
Duro no desarme, mas também preciso nos passes e lançamentos, ele começou no futebol de salão e após passar para o futebol de campo ganhou notoriedade, sendo inclusive convocado pela Seleção Brasileira por Zagallo.
 
Junto ao goleiro Ronaldo, Célio Silva, Silvinho e Marcelinho Carioca, entre outros, viveu um grande momento pelo Corinthians em 1995, quando foi Campeão Paulista e da Copa do Brasil, diante do Palmeiras e Grêmio, respectivamente.
 
Em 1996, o Zé da Fiel transferiu-se para o futebol alemão, atuando pelo Bayer Leverkusen, onde permaneceu até 1997, quando foi para a Internazionale de Milão e atuou ao lado de Ronaldo Fenômeno, sendo campeão da Copa da UEFA de 1998.
 
Permaneceu na Europa até 2004, com passagens pelo Bologna, Olympiakos e Genoa, para regressar ao Brasil em 2004, contratado pelo Santos, onde não teve uma continuidade de atuações, entre 2004 e 2006.
Voltou ao futebol europeu em 2006 pelo Metallurg Donetsk, da Ucrânia e novamente no futebol brasileiro no mesmo ano, no Guarani de Campinas.
 
Jogou em mais três times: o Omonia (Chipre), o Londrina (Paraná) e o Rheinodorf Attach (Áustria), clube em que encerrou sua carreira.
 
Além dos títulos pelo Corinthians e pela Inter de Milão, Zé Elias também foi campeão grego pelo Olympiakos (2000/01, 2001/02, 2002/03) e do Brasileiro de 2004 pelo Santos.

Em 21 de julho de 2011, após deixar de pagar pensão alimentícia, alegando um valor abusivo (R25 mil mensais) a sua esposa Silvia Regina, com quem teve dois filhos, totalizando mais de R$ 1 milhão de dívida, o ex-jogador foi preso, após se entregar espontaneamente na Divisão de Capturas da Polícia Civil de São Paulo.
 
Na ocasião, o Portal Terceiro Tempo recebeu a seguinte mensagem da irmã de Zé Elias:
 
"Infelizmente, há 11 anos, meu irmão não escutou o que meus pais lhe disseram ao querer casar em menos de seis meses e sem pacto antenupcial.
 
Pergunto a todos os pais que tenham filha adolescente, `vocês deixariam uma menina de 17 anos se casar em menos de seis meses apenas porque este homem era jogador de futebol´. 
 
Pois, é, agora meu irmão está colhendo os frutos de suas escolhas. Jogador não aprende, quem gosta deles é pai, mãe, irmãos, família de verdade, e os amigos que tinha nas épocas magras. Esta e todas as outras mulheres que estão, ou estarão um dia ao seu lado é por causa do cifrão, como meu próprio irmão dizia".
 
Zé Elias saiu da prisão quase um mês depois, em 19 de agosto de 2011.
 
Abaixo, confira a participação de Zé Elias no "Domingo Esportivo" do dia 10 de setembro de 2017:
 

No dia 10 de março de 2019, Zé Elias participou do Domingo Esportivo Bandeirantes. Confira a íntegra da entrevista:

No dia 08 de abril de 2019, o UOL publicou uma reportagem especial, assinada pelos repórteres Bruno Freitas e Felipe Ferreira, sobre a carreira de Zé Elias. Clique aqui e confira

ver mais notícias
ver mais Áudio

Pelo Corinthians:

Atuou em 162 jogos e marcou dois gols.
Fonte: Almanaque do Timão, de Celso Unzelte.

Pela Seleção Brasileira:


Atuou em 11 jogos, sendo quatro vitórias, cinco empates e duas derrotas.
Fonte: Seleção Brasileira - 90 Anos - 1914 - 2004, de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES