Romeu Pellicciari

Ex-meia do Palmeiras e Fluminense
por Marcelo Rozenberg
 
Romeu Pellicciari foi um dos maiores ídolos que a torcida do Palmeiras conheceu. Atacante e meia nascido em Jundiaí em 26 de março de 1911 e falecido em São Paulo em 15 de julho de 1971, chegou certa vez, em 1933, a proferir uma frase inimaginável nos tempos atuais: "Sinto muito amor por jogar no Palestra Itália".
 
Vestiu também as camisas do São João, de Jundiaí, Fluminense, Comercial de São Paulo e Seleção Brasileira. Com esta última, participou da Copa do Mundo de 1938 na França, na qual marcou três gols e terminou com a terceira colocação.
Segundo o Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti, disputou 150 jogos pelo clube, com a incrível marca de 101 vitórias, 22 empates e apenas 27 derrotas. Marcou 106 gols e colocou vários companheiros em condições para marcar muitos outros.
 
Uma de suas partidas inesquecíveis aconteceu em 5 de novembro de 1933. No estádio do Parque Antártica, ajudou o Verdão a bater o Corinthians por 8 a 0, a maior goleada registrada até hoje na história do clássico. Naquele dia, marcou quatro gols. Por sinal, foi um dos maiores algozes do Timão com 14 gols marcados em 15 duelos. Foi campeão paulista em 1932, 33, 34 e 42.
 
No Fluminense também deixou saudades. Chegou ao Rio de Janeiro em 1935 e ajudou o tricolor a levantar as taças estaduais de 1936, 37, 38, 40 e 41. Em sete anos, marcou 86 gols em 201 jogos.
 
Pela Seleção Brasileira, segundo o livro "Seleção Brasileira - 90 anos", de Roberto Assaf e Antônio Carlos Napoleão, jogou 13 vezes, com quatro vitórias, três empates, seis derrotas e três gols marcados.

Abriu uma conceituada cantina na região central de São Paulo após deixar a carreira no futebol, ficando à frente do empreendimento até sua morte, aos 60 anos de idade.
 
JUSTA HOMENAGEM
 
Em 24 de agosto de 2020, dia em que se completaram 90 anos da estreia do saudoso jogador pelo Palmeiras, foi inaugurada uma praça com seu nome, Romeu Pellicciari, situada entre o Allianz Parque e a Academia de Futebol, no bairro da Água Branca, Zona Oeste de São Paulo, no empreendimento Jardim das Perdizes.

Pelo Palmeiras:

Atuou em 150 jogos, sendo 101 vitórias, 22 empates e 27 derrotas. Marcou 106 gols.
Fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti

Pela Seleção Brasileira:


Atuou em 13 jogos, sendo 4 vitórias, 3 empates e 6 derrotas. Marcou 3 gols.
Fonte: Seleção Brasileira ? 90 anos, de Roberto Assaf e Antônio Carlos Napoleão

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Int
    12
  • 2 Vas
    10
  • 3 Atl
    9
  • 4 São
    10
  • 5 Pal
    8
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES