Martim

Ex-ponta-esquerda do Vasco, Juventus e Botafogo
por Gustavo Grohmann
 
Martim, o Martim Afonso de Sousa, ponta-esquerda do Botafogo em 1967, mora atualmente em Campinas, no interior de São Paulo, onde faz levantamentos topográficos (Agrimensura).
 
Nascido no Rio de Janeiro, no dia 7 de janeiro de 1939, Martim começou a carreira em 1957, nos juvenis do Vasco da Gama comandado pelo técnico Gradim. Lá, atuou ao lado de jogadores como Brito, Gualberto, Cuiabá e Dominguinho.
 
Em 1959, foi negociado com a Prudentina, de Presidente Prudente-SP. Passou pelo Jaboticabal Atlético Clube (1961), Apucarana-PR (1962) e Londrina (1963/64).
 
Em 1965, defendeu as cores da Portuguesa de Desportos do técnico Aimoré Moreira. Na Lusa, atuou ao lado de grandes craques como Félix, Ditão, Edílson, Vilela, Pampolini, Almir, Dida, Henrique Frade, Ivair (o Príncipe), Nilson Bocão, entre outros.
 
Um ano depois atuou na ponta-esquerda do Juventus-SP. No Moleque Travesso do treinador Silvio Pirilo, jogou ao lado de Milton Buzetto, Picasso, Virgílio e Antoninho.
 
Seu último clube foi o Botafogo. No clube da estrela solitária, Martim foi dirigido por Admildo Chirol e por Zagallo, que iniciava sua carreira de treinador. No Fogão, atuou ao lado de Manga, Afonsinho, Gérson, Jairzinho, Carlos Roberto, Valtencir, entre outros craques.
 
Casado, pai de Luciana Vittachi de Sousa, Martim encerrou a carreira no Botafogo, em dezembro de 1968, após uma grave contusão no joelho em um treino no campo de General Severiano.

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 San
    32
  • 2 Fla
    30
  • 3 Pal
    30
  • 4 Atl
    27
  • 5 São
    27
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES