Marcos, o São Marcos

Ex-goleiro e Santo do Palmeiras e Seleção

por Tufano Silva

O ex-arqueiro Marcos Roberto Silveira Reis sempre foi idolatrado pela torcida da Sociedade Esportiva Palmeiras. No entanto, é difícil encontrar no Brasil algum torcedor, mesmo do rival Corinthians, que não tenha um carinho especial pelo carismático ex-goleiro do Verdão e seleção brasileira.

No dia 4 de janeiro de 2012, dia da reapresentação do clube para a temporada, o atleta reuni-se com a diretoria do time decidiu pendurar as luvas.

Defendeu pela última vez a camisa alviverde durante um jogo especial de despedida, no Pacaembu, que reuniu ex-companheiros do Palmeiras de 99 e da Seleção de 2002. O apito final do amistoso aconteceu à meia-noite que dava início ao dia 12/12/12.

Recebeu alta hospitalar, do Hospital São Luiz, Morumbi, após ficar quatro dias internado por conta de um quadro infeccioso provocado por uma alergia.

Em 20 de julho de 2017 foi submetidu a uma cirurgia cardíaca para corrigir o problema na válvula mitral, que provocava o inchaço do seu coração. 

A esposa de Marcos, Sonia Almeida, falou com exclusividade ao Portal Terceiro Tempo, ao jornalista Marcos Micheletti, no dia seguinte da cirurgia, e disse que o ex-goleiro estava bem, na UTI, um procedimento normal. Segundo ela, foi feita uma plastia em sua válvula mitral, não tendo sido necessário efetuar a troca da mesma.

Início de carreira: a "sombra" de Velloso

Nascido na cidade de Oriente-SP, em 4 de agosto de 1973, Marcos começou no futebol no Lençoense, time do município de Lençóis Paulista, interior do estado de São Paulo. Permaneceu no CAL de 1990 a 1992, quando foi contratado pelo Palmeiras.

Pouco antes de completar 19 anos, ainda em 1992, estreou na equipe profissional do Verdão em um amistoso contra a Esportiva Guaratinguetá. O Alviverde venceu o duelo por 4 a 0. No entanto, a primeira partida oficial de Marcos aconteceu em 1996, contra o Botafogo-SP, jogo também vencido pelo placar de 4 a 0 pelo time do Palestra Itália, com direito a pênalti defendido pelo arqueiro.

Em sua despedida dos gramados, no amistoso entre o Palmeiras de 1999 e a seleção brasileira de 2002, no dia 11 de dezembro de 2012, Marcos marcou seu primeiro e único gol. Confira abaixo: 

ABAIXO, VÍDEO SOBRE O INÍCIO DE CARREIRA DE MARCOS

Momentos de glórias

Após passar muito tempo na reserva de Velloso, Marcos se firmou como titular apenas em 1999, na Copa Libertadores da América. Foi nas quartas-de-final do torneio que o goleiro palmeirense se consagrou: na decisão por pênaltis contra o Corinthians, defendeu a cobrança de Vampeta e garantiu o Verdão na fase seguinte da competição.

Na semifinal, o Palmeiras eliminou o River Plate-ARG, após ser derrotado por 1 a 0 em Buenos Aires, e vencer por 3 a 0 em São Paulo. Na final, após ser vencido fora de casa pelo Deportivo Cali-COL e ter triunfado no Palestra Itália, a decisção foi para os pênaltis. Marcos mostrou ter estrela, já que não praticou nenhuma defesa, mas viu Bedoya e Zapata desperdiçarem suas cobranças e o Alviverde conquistou a Libertadores da América pela primeira vez em sua história.

O título credenciou o Palmeiras a jogar o Mundial Interclubes no final daquela temporada, no Japão. A partida foi contra o Manchester United, da Inglaterra, e uma falha de Marcos foi determinante para que o Verdão não faturasse o troféu. Após cruzamento de Giggs, o goleiro não conseguiu interceptar a bola, que sobrou para Keane anotar o único gol do duelo.

No ano seguinte, novamente o destino colocou os arqui-rivais Palmeiras e Corinthians frente a frente no torneio Sul-Americano, só que desta vez, nas semifinais. Após dois duelos eletrizantes, mais uma vez os times terminaram em igualdade e a vaga na final foi decidida nos pênaltis. Todos haviam convertido suas cobranças, até que Marcelinho Carioca, ídolo do Timão, cobrou no canto direito de Marcos, que voou para fazer a defesa e levar o Alviverde à final da competição.

O desfecho do torneio não foi dos mais felizes para o arqueiro do Palmeiras. Contra o Boca Juniors, novamente a decisão foi para os pênaltis, no entanto, a estrela de Marcos não brilhou e o time argentino ficou com a taça.

Em 2001, o time do Palestra Itália foi eliminado mais uma vez pelo Boca, nas semifinais. Entretanto, na fase anterior, contra o Cruzeiro, novamente em decisão por pênaltis, Marcos pegou três cobranças do time mineiro, sendo fundamental para a classificação dos paulistas.

Foi convocado por Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo de 2002. O goleiro fez defesas importantíssimas durante o torneio, principalmente na final, contra a Alemanha, ajudando a garantir o pentacampeonato mundial do Brasil. A partir daí, o arqueiro palmeirense conquistou a simpatia de toda a população brasileira.

Queda de rendimento, tanto de Marcos, quanto do Palmeiras

No mesmo ano da consagração, Marcos viu seu time ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. Logo depois, o jogador recebeu proposta para atuar pelo Arsenal, da Inglaterra, mas sua paixão pelo Verdão não o deixou concretizar a transferência, permanecendo no Parque Antártica e ajudando a levar o Palmeiras de volta à primeira divisão do Nacional.

Nos anos seguintes, o tempo de "vacas magras" do Alviverde acabou afetando também o desempenho de Marcos, que sofreu com seguidas contusões. Uma das mais graves foi em março de 2007, contra o Juventus, quando a lesão tirou o arqueiro daquela temporada.

A volta por cima de Marcão aconteceu em 2008. Após um longo jejum, o goleirou voltou a erguer uma taça com o Palmeiras, no Campeonato Paulista, após bater a Ponte Preta por 5 a 0 na partida decisiva, disputada no Palestra Itália.

* * *

Marcos teve sua carreira relatada em uma autobiografia, nomeada "Nunca fui Santo" e assinada pelo jornalista e amigo Mauro Beting. Para descrever a trajetória do ídolo em primeira pessoa, Mauro contou com a colaboração dos jornalistas Danilo Lavieri, Marcel Alcântara e Henrique Cabral, que haviam feito a biografia como TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

O livro  teve três mil cópias vendidas, batendo recorde nacional em um lançamento. A maior marca, até então, partencia à biografia do goleiro Rogério Ceni, do São Paulo Futebol Clube. No dia 07 de agosto de 2012, São Marcos celebrou a publicação ao lado do comentarista da Rádio Bandeirantes, em noite de autógrafos realizada no Shopping Eldorado, na Zona Oeste de São Paulo.

 No dia 13 de novembro de 2013, o Portal UOL publicou uma matéria sobre o goleiro São Marcos

 

Veja vídeos da carreira de Marcos:

 


 
Abaixo, um vídeo gravado pelo goleiro Marcos, que na ocasião agradeceu Milton Neves por tantos presentes e retribuiu com uma camisa alviverde autografada.

Confira um vídeo de Marcos ao lado dos ex-jogadores Edmundo e Evair: 

 

Goleiro Marcos "humilha" Edmundo e Evair!

Um vídeo publicado por Milton Neves (@miltonneves) em

 


Abaixo, confira a bonita homenagem de Mauro Beting a Marcos, no dia em que o santo goleiro comemorou 44 anos:

 

Clique aqui e veja entrevista exclusiva do ex-goleiro Marcos ao jornalista Frank Fortes, publicada em fevereiro de 2018.

Confira, no vídeo abaixo, a entrevista de Marcos ao canal FRANKAMENTE, do jornalista Frank Fortes:



 

ver mais notícias
ver mais Áudio

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    61
  • 2 Pal
    53
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    44
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES