Maneco

Ex-quarto-zagueiro e volante do Santos
por Raphael Cavaco/colaborou Carlos Prieto, o Gigi
 
Manoel André Avelino Júnior, o Maneco, nasceu em Santos-SP no dia 9 de julho de 1940. Foi ótimo reserva do Peixe na década de 60 e atuava como quarto-zagueiro e volante, com passagens também pelo Taubaté e Ferroviária.

Casado, sem filhos, o ex-jogador continua morando em sua cidade natal no bairro do Embaré.

Após trabalhar como administrador de bens, ele vive hoje aposentado e ainda bate sua bolinha nas tradicionais pelejas de veteranos na Ponta da Praia.

Maneco iniciou a carreira como amador no Jabaquara-SP e profissionalizou-se pela Portuguesa Santista, de onde saiu para o Santos Futebol Clube. Teve passagens também pelo Taubaté-SP, Ferroviária de Araraquara-SP, Noroeste-SP, Saad-SP e Quilmes da Argentina. Pendurou as chuteiras na Portuguesa de Desportos nos anos 70.

Maneco é figura muito querida no meio dos ex-boleiros residentes na Baixada Santista. É considerado um amigo festeiro, fã incondicional do trinômio - Boemia, Boa Vida e Brahma.

Boa pinta, Maneco levava vantagem na paquera e sempre era usado pelos companheiros mais feios de clube para atrair as mulheres. Seus dois rivais incondicionais nas graças do sexo oposto eram o ex-goleiro Lalá e o saudoso ex-atacante Araras, ambos ex-Santos.

Na Vila, Maneco era tido com um eterno reserva de luxo. Para se ter idéia, foi banco nada menos de Mauro Ramos de Oliveira, Olavo Martins, Francisco Ferreira de Aguiar e Raul Donazar Calvet.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES