Júnior

Ex-lateral do Palmeiras, São Paulo e Seleção Brasileira

por Tufano Silva

Jenílson Ângelo de Souza, o Júnior, lateral-esquerdo com passagens vitoriosas por Palmeiras, Parma-ITA, São Paulo e Seleção Brasileira, após integrar o time do Goiás rebaixado à Série B em 2010, foi dispensado pelo esmeraldino, ficando sem clube para atuar no início da temporada de 2011. Após pendurar as chuteiras, retornou à sua cidade natal, onde reside com sua família.

Nascido em Santo Antônio de Jesus-BA em 20 de junho de 1973, Júnior jogou nas categorias de base do Vitória-BA até o ano de 1994, quando foi promovido ao time principal do Rubro-Negro em 1994, no duelo diante do Fluminense de Feira de Santana-BA, vencido pelo Leão por 4 a 0. 

Dois anos após sua estreia no profissional, o lateral foi contratado pelo forte Palmeiras da "Era Parmalat", que buscava um substituto para Roberto Carlos, recém negociado com a Inter de Milão-ITA.

Chegou ao Parque Antártica conquistando, além da titularidade na lateral-esquerda, o Campeonato Paulista de 1996. O bom desempenho do atleta pelo Alviverde o levou a disputar sua primeira partida oficial pela Seleção Brasileira em 1998, em um amistoso contra a Jamaica, que terminou com um empate sem gols.

Ainda pelo Palmeiras, clube no qual permaneceu até 2000, faturou a Copa do Brasil, em 1998, a Copa Mercosul, também em 98, a Copa Libertadores da América, em 1999, e o Torneio Rio-São Paulo, em 2000.

Logo após esta última conquista, se transferiu para o futebol italiano, para defender o Parma. Foram quatro anos atuando pela equipe do norte da Itália, conquistando apenas um título: a Copa da Itália de 2002.

Neste mesmo ano, fez parte da Seleção Brasileira pentacampeã na Coreia do Sul e Japão. Era o reserva imediato de Roberto Carlos, e participou de apenas uma partida, contra a Costa Rica, na qual o lateral marcou seu único gol pelo Brasil.

Foi emprestado ao Siena-ITA em 2003, clube no qual disputou apenas 12 partidas, até acertar seu retorno ao futebol brasileiro, para defender o São Paulo. Sua passagem pelo clube do Morumbi foi a mais vitoriosa de sua carreira, conquistando o Campeonato Paulista, a Libertadores e o Mundial de Clubes, todos em 2005, e três Campeonatos Brasileiros seguidos, em 2006, 2007 e 2008.

Após muitas glórias no Tricolor paulista, aceitou a proposta para atuar pelo Atlético-MG em 2009. Nos dois anos em que ficou no Galo, conquistou apenas o título do Mineirão de 2010.

Na mesma temporada, se transferiu para o Goiás, time no qual fez apenas 14 partidas e marcou um gol.

No dia 18 de novembro de 2018, Júnior participou do Domingo Esportivo Bandeirantes. Confira a entrevista na íntegra:

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 San
    32
  • 2 Fla
    30
  • 3 Pal
    30
  • 4 Atl
    27
  • 5 São
    27
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES