João Paulo, o Papinha da Vila

Ex-ponta do Santos e Corinthians
por Rogério Micheletti

João Paulo de Lima Filho, o João Paulo, ex-ponta esquerda do Santos, campeão paulista de 1978, hoje mora em Santos, onde dá aulas de futebol para garotos.
 
Em 5 de setembro de 2016 deu entrada na Santa Casa de Misericórdia de Santos após sofrer um infarto. Passou por um cateterismo dois dias depois e recebeu alta no dia 8.

Excelente e rápido jogador, João Paulo começou a ganhar destaque no time "Meninos da Vila", que além dele tinha Pita, Nílton Batata, Juary, Gilberto Costa, Aílton Lira, entre outros.
 
Em fevereiro de 2015, ao lado de Juary, seu ex-companheiro de Santos F.C., começou a trabalhar nas divisões de base do Alvinegro Praiano.
 
Nascido no dia 15 de junho de 1957, em São João de Meriti (RJ), João Paulo começou a carreira no São Cristóvão (RJ) e foi contratado pelo Santos em 77. Depois de fazer muito sucesso com a camisa do Peixe, ele se transferiu para o Flamengo.
 
Na Gávea, João Paulo teve uma passagem curta. Ele jogou apenas um semestre em 84, quando o Fla já não contava mais com Zico, negociado com a Udinese, da Itália.
 
Contratado pelo Corinthians em 84, João Paulo foi vice-campeão paulista naquele ano (perdeu a final curiosamente para o Santos, ex-time do ponta) e depois faria parte do time vencedor do estadual de 88 (o Timão derrotou o Guarani na final).
 
Deixou o Corinthians no final de 89 para defender o arqui-rival Palmeiras, que tinha como técnico Jair Pereira, responsável pela indicação de João Paulo, que também jogava como meia.
 
Após uma meteórica passagem pelo Verdão, João Paulo, que na época do Santos tinha o apelido de Papinha da Vila, jogou ainda no Yamaha, do Japão (90 e 91), no São José (92), no Grêmio Maringá (92), no Santos (92) e no Náutico (93).
 
Números por times e seleção

Pelo Flamengo, João Paulo disptuou 40 jogos (24 vitórias, 10 empates e 6 derrotas) e marcou quatro gols, segundo números do "Almanaque do Flamengo", de Roberto Assaf e Clóvis Martins.
 
Depois do Fla, o ponta-esquerda defendeu o Corinthians. Com a camisa alvinegra foram 258 jogos (106 vitórias, 89 empates e 64 derrotas) e 36 gols, como informa o "Almanaque do Corinthians", de Celso Unzelte.

João Paulo teve rápida passagem pelo Palmeiras, em 1990. Lá, disputou 19 partidas (11 vitóirias, três empates e cinco derrotas) e marcou apenas um gol (números do "Almanaque do Palmeiras", de Celso Unzelte.
 
Embora fosse um dos grandes pontas do futebol brasileiro nos anos 80, João Paulo não teve muitas oportunidades de defender a seleção. Foram cinco partidas (três vitórias e dois empates) e nenhum gol (informações do livro "Seleção Brasileira 90 anos", de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf).
 
ABAIXO, VÍDEO PUBLICADO NO FACEBOOK DA ASSOPHIS EM HOMENAGEM A JOÃO PAULO

ver mais notícias
Pelo Corinthians:

Atuou em 258 jogos, sendo 106 vitórias, 89 empates e 64 derrotas. Marcou 36 gols.
Fonte: Almanaque do Corinthians, de Celso Unzelte

Pelo Flamengo:

Atuou em 40 jogos, sendo 24 vitórias, 10 empates e seis derrotas. Marcou quatro gols.
Fonte: Almanaque do Flamengo, de Roberto Assaf e Clóvis Martins.

Pelo Palmeiras:

Atuou em 19 jogos, sendo 11 vitórias, três empates e cinco derrotas. Marcou 1 gol.
Fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti.

Pela Seleção Brasileira:

Atuou em cinco jogos, sendo tês vitórias e dois empates. Não marcou gols.
Fonte: "Seleção Brasileira 90 anos", de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    61
  • 2 Pal
    53
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    44
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES