Eli Coimbra ou Ely Coimbra

Ex-repórter esportivo
Um dos maiores repórteres esportivos que a TV brasileira já teve, Eliumar Antonio de Macedo Coimbra, o Eli Coimbra, ou Ely Coimbra, morreu vítima de infarto no dia 25 de novembro de 1998.

Quando morreu, Eli vivia seu segundo casamento, algo que provocou natural controvérsia familiar, comum em fatos correlatos. Independentemente de tensões familiares, seu infarto foi provocado por motivos que só Deus sabe precisar, mas sua família até hoje não perdoa os jornalistas Silvio Luiz e Juca Kfouri, que o teriam patrulhado.

No dia do enterro, Silvio Luiz, companheiro de Eli por décadas, teria manifestado vontade de comparecer ao velório, o que foi ou teria sido prontamente desaconselhado pelo sempre correto jornalista Flávio Prado, em função do clima "nada amistoso" no recinto, entre os presentes.

Adriana Coimbra (filha), Edílson Coimbra (irmão) e Elizinho Coimbra Filho, não perdoam "os maldosos comentários" publicados contra Eli, meses antes de sua morte. Ele foi criticado por ter ajudado seu filho a montar um escritório para ser empresário de jogadores, algo que faz até hoje, mesmo sem o pai. "Não é uma prova de que o trabalho do Eli filho independia da presença ou não do pai Eli?", pergunta o irmão Edílson Coimbra.

Nascido no dia 30 de janeiro de 1942, Eli Coimbra marcou época na televisão nacional trabalhando como repórter na TV Tupi, na Rede Bandeirantes de Televisão e na Rede Record de Televisão. Eli também trabalhou em rádios de Santos (SP) e na Rádio Bandeirantes.

Querido e respeitado pela maioria dos jogadores de sua época, Eli Coimbra conseguiu unir a credibilidade, o bom humor e o papo amigo ao seu estilo de entrevistar.

Deixou saudades, a mulher Maria do Carmo Di Fiore Coimbra, quatro filhos (Ely Di Fiore Coimbra, Ivã Di Fiore Coimbra, Andréa Di Fiore Coimbra e Adriana Di Fiore Coimbra) e tres netos (Lucas, Ely e Beatriz).
 
Ainda sobre Eli Coimbra, leia artigo de Milton Neves publicado dia 15/04/2004:

"Mesas Redondíssimas":
Ah, mas que foto linda! Ela é do primeiro trimestre de 1962 e, segundo Celso Grellet, assessor de Pelé, são-paulino e velho amigo de Clóvis de Azevedo (o quarto da foto), retrata a primeira mesa redonda da TV. Em 1962 eu tinha 11 anos e como em minha casa, em Minas, nunca teve aparelho de televisão, não tenho como precisar, mas, digamos, que esse grupo abaixo realizou uma das primeiras discussões de futebol reunindo um grupo de jornalistas esportivos. E por que "Mesa Redonda?? Quem inventou essa denominação? Vejam o tamanhinho da mesinha que a direção artística da TV Paulista, Canal 5 de São Paulo, colocou no ar para abrigar as feras Pedro Luiz Paoliello (estudante, morou oito anos em Muzambinho-MG entre os anos 30 e 40), Paulo Planet Buarque, Edson Leite (placaaaaaaar...na Suéééciaaaaaa...), Clóvis de Azevedo, Leônidas da Silva e Vicente Feola. Adoentado, Feola, técnico campeão do mundo de 58, deu o lugar a Aimoré Moreira no Mundial do Chile, meses depois. Feola voltaria em 1966, infelizmente. É que o fiasco no Mundial da Inglaterra foi imenso." E aqui está outro ícone das mesas redondas da televisão brasileira. Agora sim, atrás de uma bancada redonda da TV Tupi o inesquecível Geraldo Bretas está metendo o pau em alguém ladeado por Pedro Luiz Paoliello e pelo também inesquecível Ely Coimbra. Atrás da foto, ao me encaminhá-la em 1994, Ely Coimbra escreveu: "Milton, faça uma homenagem a esses dois monstros sagrados do jornalismo esportivo: Pedro Luiz e Geraldo Bretas (falecido). É um pedido do seu irmãozinho Ely. Obs: me devolva, é a única foto que eu tenho do Bretas!? (veja abaixo, em destaque). Ah, Ely Coimbra, um abraço pra você aí no céu. E vejam como já em 1966 os jornalistas esportivos faziam merchandising estática da Janda, antiga concessionária Simca, e de água mineral. Ou seria "torneral"? Eles podiam fazer, tinham mãos limpas.
 
ABAIXO, VÍDEO COM ELI COIMBRA E TATÁ MUNIZ EM 06 DE JUNHO DE 1993, DIA DA PRIMEIRA PARTIDA DA DECISÃO DO CAMPEONATO PAULISTA ENTRE CORINTHIANS E PALMEIRAS, NO MORUMBI

ABAIXO, VÍDEO DE ELI COIMBRA COM PELÉ, EXIBINDO UM VÍDEO DE UM JOGO DO SANTOS CONTRA O JUVENTUS NO PACAEMBU, COM NARRAÇÃO DE MÁRIO MORAES

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES