Edgar

Ex-goleiro do América Mineiro e Palmeiras
José Silvério de Souza, ex-goleiro do América mineiro e Botafogo do Rio, conhecido no mundo do futebol como Edgar, mora em Pará de Minas (MG), onde está aposentado, cuidando de sua fazenda e de seus filhos e netos.

Edgar começou a carreira no Paraense FC, lá mesmo em Pará de Minas. Em 1952, acertou com o América seu primeiro contrato profissional. Dois anos depois chegou ao Rio de Janeiro para jogar no Botafogo, onde ficou até 1956 e atuou ao lado de lendas do futebol brasileiro como Nilton Santos, Garrincha e Didi.

Em 1957, voltou para o América, excursionou pela Europa com o time mineiro e conquistou o título estadual daquele ano. No mesmo ano, negociado com o Palmeiras, foi comandado por Aymoré Moreira e jogou com craques como Mazzola, Dema, Formiga, Waldemar Fiúme, entre outros. Pelo Verdão, foram 37 partidas como titular (11 vitórias, 13 empates, 13 derrotas) e 67 gols sofridos (fonte: Almanaque do Palmeiras ? Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti).

No dia 8 de setembro de 1957, na Vila Belmiro, o Palmeiras bateu o Santos, por 2 a 1 (de virada), em partida válida pela fase de classificação do Paulistão daquele ano. Edgar comandou a defesa alviverde e o Palmeiras conseguiu segurar as bombas de Pepe e os arremates de Pagão. O Rei, ainda garoto, já era difícil de ser parado e deixou o dele (Pelé marcou para o Santos. Mazzola, com dois gols, virou para o Verdão).

Pouco mais de um mês depois, no dia 26 de outubro, também no Paulistão daquele ano (agora no primeiro turno), veio a vingança santista e Edgar teve de buscar a bola nas redes por quatro vezes (uma delas após marcar um gol contra). Comandado pelo técnico Lula, o Santos venceu o Palmeiras por 4 a 3, em pleno Pacaembu. Pagão (dois gols), Pelé e Edgar (contra) marcaram para o Santos. Nilo (dois gols) e Mazzola descontaram para o Palmeiras.

O Santos entrou em campo com: Veludo, Getúlio e Dalmo; Fioti, Ramiro e Zito; Tite, Álvaro, Pagão, Pelé e Pepe. Já o técnico Aymoré Moreira escalou o Verdão com: Edgar, Ismael e Milton; Maurinho, Múcio e Dema; Renato, Nilo, Mazzola, Caraballo e Tati. Naquela partida, Pelé marcou seu primeiro gol em campeonatos paulistas (sem contar a fase de classificação) e o primeiro dos 32 contra o Palmeiras em estaduais.

Também em 57, Edgar foi vice-campeão nacional pela seleção mineira e chegou à seleção brasileira, onde disputou o Sul-Americano daquele ano (a Argentina foi campeã após derrotar o Brasil, por 3 a 0, no Estádio Nacional de Lima, no Peru) e as eliminatórias para a Copa da Suécia.

Em 1958, o alviverde negociou Edgar com o Atlético Mineiro. No Galo, conquistou o título mineiro daquele ano e no final da temporada encerrou a carreira de goleiro profissional.
Nascido em São José do Calçado, no Espírito Santo, José Silvério de Souza, o Edgar, é casado, tem duas filhas e seis netos que são suas paixões.

Irritado com o repórter

Em um jogo entre Seleção Paulista x Seleção Mineira (Edgar defendia os mineiros), o goleiro correu atrás do então repórter Silvio Luiz que, atrás do gol, ficava perturbando o goleiro. Silvio correu para não apanhar.

por Gustavo Grohmann e Milton Neves / colaborou Marcelo Flores
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES