Dino Furacão

Ex-atacante do Santos e Bahia
Raimundo Nonato Magalhães Barreto, o Dino Furacão começou sua carreira nas divisões de base do Bahia, onde acabou se profissionalizando.
 
Mudou-se para São paulo, onde atuou pelo XV de Jaú e o São Bento de Sorocaba, sendo que nesta equipe fez o gol da vitória contra o São Paulo, no goleiro Zetti, que estava há um longo tempo invicto na meta do Tricolor.

Na década de 80 participou de uma excursão com um selecionado paulista e acabou sendo contratado pelo Santos Futebol Clube.

Sua partida inesquecível pelo Peixe aconteceu em 28 de setembro de 1986, diante do Náutico, na Vila Belmiro. Ele marcou quatro dos cinco gols da goleada santista. O outro foi de Dunga. A equipe do Santos, na ocasião foi a seguinte:

Rodolfo Rodriguez, Ijuí, Nildo, Pedro Paulo e Paulo Róbson (Gilmar); Dunga, Ribamar e Juninho; Jussiê (Serginho Dourado), Dino Furacão e Santín. O técnico era Chico Formiga.
Após passar pela Vila Belmiro, Dino Furacão, com 27 anos, foi para Portugal, onde defendeu o Nacional da Ilha da Madeira, o Beira-Mar, o Vitória de Setúbal (para o lugar do nigeriano Yekine) e o Chaves.

Hoje, o querido Dino, que formou-se em Educação Física é professor de um conceituado colégio de Salvador, além de trabalhar para a SUDESB (Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia).

por Marcos Júnior / colaborou Daniel Marley Guimarães Barreto
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES