Danrlei

Ex-goleiro do Grêmio
por Diogo Miloni
 
Danrlei de Deus Hinterholz, ou apenas Danrlei, é um ex-goleiro que fez história no Grêmio e teve passagem pela Seleção Brasileira.

Em 2010,  se candidatou ao cargo de Deputado Federal pelo PTB-RS e foi o quarto candidato mais votado no Rio Grande do Sul, com cerca de 170 mil votos, e em 1º de fevereiro de 2011, o ex-jogador assumiu a cadeira de Deputado Federal no Congresso Nacional.
 
Foi reeleito em outubro de 2014, recebendo um total de 158.973 votos.

Nascido em Crissiumal-RS, no dia 18 de abril de 1973, o arqueiro começou cedo sua carreira no futebol. Foi com a ajuda de seu tio Beto, o Roberto Gilmar Hinerholz, que fazia parte do elenco principal, que Danrlei conseguiu entrar nas categorias de base do clube.

Sua estreia na equipe principal e sua primeira partida como titular foram em 1993 quando ainda tinha 20 anos de idade. Não demorou muito para o goleiro se destacar pelas habilidades embaixo da trave, reflexo apurado e suas ótimas defesas.

O primeiro título do gaúcho foi a Copa do Brasil de 1994, quando assumiu o gol do Grêmio e não saiu mais. Na final, o time dos pampas enfrentou o Ceará e no primeiro confronto, fora de casa, o Tricolor segurou um empate sem gols.

No jogo de volta, dentro do estádio Olímpico, o time cearense não resistiu à pressão e a vitória por 1x0, gol do atacante Nildo, foi suficiente para os gremistas levantarem o caneco.

Com a conquista do torneio nacional, o time de Danrlei se classificou para a Taça Libertadores do ano seguinte. O técnico Luiz Felipe Scolari mostrava aos poucos sua enorme competência como comandante.

No torneio internacional o Grêmio mostrou sua fama de time copeiro e conquistou o bicampeonato da competição, título mais importante da carreira de Danrlei.

A sequência de bons jogos e as grandes feitas pelo Grêmio levaram o jovem goleiro para a Seleção Brasileira. O arqueiro foi convocado para os jogos olímpicos de 1996, em Atlanta, mas ficou no banco de reservas.

Danrlei ainda faturou com o Tricolor Gaúcho um Campeonato Brasileiro, em 1996, duas copas do Brasil, em 1997 e 2001 e cinco campeonatos estaduais, nos anos de 1993, 1995, 1996, 1999 e 2001.

O casamento acabou em 2004, e o já experiente goleiro foi para o Fluminense-RJ, onde teve pouquíssimas oportunidades, e logo se transferiu.
 
O gaúcho ainda vestiu as camisas do Atlético-MG, Beira-Mar-POR, São José-RS e Brasil de Pelotas-RS. Pelo Pelotas, estava no acidente de ônibus que acabou vitimando fatalmente três pessoas: o atacante uruguaio Cláudio Milar, o zagueiro Régis e o treinador de goleiros Giovani Guimarães.

Mesmo trocando de time algumas vezes, Danrlei é um exemplo de fidelidade e dedicação a um clube. Em dezembro de 2009, o Grêmio realizou um jogo de despedida para o goleiro no estádio Olímpico, reunindo craques da conquista da Libertadores como Paulo Nunes, Jardel, Adilson Batista e Dinho.

ABAIXO, GRÊMIO 0 X 0 INTERNACIONAL, ÚLTIMO CLÁSSICO GAÚCHO DISPUTADO POR DANRLEI, NO OLÍMPICO, EM 15 DE JUNHO DE 2003, VÁLIDO PELO CAMPEONATO BRASILEIRO. DANRLEI TEVE UMA ATUAÇÃO ESPETACULAR PELO TRICOLOR GAÚCHO

No dia 10 de outubro de 2021, Danrlei de Deus Hinterholz ou simplesmente Danrlei (ex-goleiro do Grêmio e hoje político brasileiro) participou do Domingo Esportivo da Rádio Bandeirantes.

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES