Catatau

Ex-atacante do Galo, Guarani e Lusa

Atacante rápido que começou a se destacar nos anos 80 vestindo a camisa do Atlético Mineiro, Vivaldo Maria de Souza, o Catatau, hoje mora com a esposa e filhos na cidade de Campinas (SP), onde tem uma empresa de embalagens.

Nascido em Paracatu (MG) no dia 26 de julho de 1962, Catatau começou no Guarani de Divinópolis e depois foi para o Atlético Mineiro, onde atuou ao lado de grandes jogadores, entre eles o ponta-esquerda Éder, o meia Paulo Isidoro e o lateral-direito Nelinho.

Em 1986, ele deixou o Galo para defender o Guarani. No mesmo ano, o alviverde de Campinas fez bela campanha e foi vice-campeão brasileiro. O Guarani, que tinha também Sérgio Nery, Marco Antônio, Ricardo Rocha, Fernando, Zé Mário, Tosin, Tite (hoje técnico), Marco Antônio Boiadeiro, Chiquinho Carioca, Evair e João Paulo, foi derrotado nos pênaltis pelo São Paulo, no Brinco de Ouro, na grande final.

Nos tempos de Bugre, Catatau brigou pela camisa 7 com Chiquinho. Depois, ele defendeu a Portuguesa. Ao lado de Jorginho, Toninho (irmão de Sony Anderson) e do ponta-esquerda Wanks, o rápido atacante chegou a formar um bom ataque.

Entre outras equipes, Catatau também defendeu o Internacional e encerrou a carreira vestindo a camisa da Ferroviária de Araraquara, em 1995. Como sente saudades dos tempos de jogador, o atacante costuma jogar no time veteranos do Guarani, que foi o vencedor do primeiro campeonato da categoria em 2006.

por Rogério Micheletti e Raphael Cavaco

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES