Baroninho

Ex-ponta do Palmeiras, Flamengo e Noroeste
por Rogério Micheletti e Gustavo Grohmann
 
Edílson Guimarães Baroni, o Baroninho, ex-ponta-esquerda do Palmeiras, nos anos 70, morou muitos anos em Bauru (SP), sendo proprietário de uma escolinha de futebol.
 
Em 2010 assuimiu o comando do VEC (Varginha Esporte Clube, da cidade mineira de Varginha), numa parceria do clube com o Santo André.
 
Deixou Varginha no final de 2011, quando foi para Jundiaí-SP, onde revelava jogadores.
Antes, Baroninho trabalhou no próprio Santo André e no  Paulista, de Jundiái-SP.
Nascido no dia 18 de janeiro de 1958, o ex-ponta é casado e tem duas filhas (uma delas é Camila, mulher do meio-campista Cristian, destaque do Paulista em 2005 e que depois foi para o Atlético Paranaense, Flamengo...).
A melhor fase da carreira de Baroninho aconteceu em 1979. Sob o comando do técnico Telê Santana, ele foi um dos principais jogadores do Palmeiras no Brasileiro daquele ano. Realizou uma excelente partida contra o Flamengo, na goleada palmeirense por 4 a 1, em pleno Maracanã.
Pelo Verdão, atuou em 193 partidas (85 vitórias, 54 empates e 54 derrotas) e fez 32 gols, como mostra o "Almanaque do Palmeiras", de Celso Dario Unzelte e Mário Sérgio Venditti.
Em 1982, foi campeão do Mundial Interclubes na reserva do rubro-negro carioca. Mas não conseguiu se firmar com a camisa 11 do Flamengo.
Atuou também na equipe do Arapongas, do Paraná.
Como professor, Baroninho passa aos alunos os ensinamentos do mestre Telê Santana. "Eu aprendi muito com o Telê, principalmente a bater na bola", diz o ex-ponta, que costuma dar dicas ao genro Cristian, que foi destaque do Paulista de Jundiaí, campeão da Copa do Brasil, e depois seguiu para o Furacão, Flamengo... "Os dois ficam na sala. Pegam a bola e continuam falando de futebol", revela Camila.
Em 1988, já no final da sua carreira, voltou ao Noroeste de Bauru, no interior de São Paulo, onde começou sua carreira. Baroninho formava o ataque do Norusca ao lado do centroavante Ronaldo Marques, que depois seguiu para o Corinthians.

ver mais notícias
Pelo Palmeiras:

Atuou em 193 partidas, sendo 85 vitórias, 54 empates e 54 derrotas. Marcou 32 gols. Fonte:  "Almanaque do Palmeiras", de Celso Dario Unzelte e Mário Sérgio Venditti.

Pelo Flamengo:

Atuou em  51 jogos, sendo 32 vitórias, 14 empates e 5 derrotas. Marcou nove gols.
Fonte: "Almanaque do Flamengo", de Roberto Assaf e Clóvis Martins.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES