Ariovisto de Almeida Rego

Ex-presidente da CBD
por Túlio Nassif
Ariovisto de Almeida Rego, o Major Ariovisto, foi presidente da CBD (Confederação Brasileira de Desportos) por duas vezes. Só ele conseguiu administrar o cargo máximo do futebol brasileiro em ocasiões e anos diferentes. A primeira vez em que assumiu a CBD, foi a partir do dia 8 de janeiro de 1920 a 16 de abriu de 1921 e na segunda, por pouco tempo, no ano de 1924, entre os meses de fevereiro e maio.
Em sua segunda gestão, cobriu o espaço deixado pelo ex-presidente Oswaldo Gomes e, entregou o posto a Wladimir Bernardes.
Em 1920, a CBD viu-se encurralada, devido uma pequena briga entre cariocas e paulistas, tendo como causa a Taça Ioduram o motivo maior da discórdia. Assim, obrigou a entidade comandada por Ariovisto a tomar medidas drásticas.
Foram convocados apenas jogadores do Rio de Janeiro, mais dois do Santos, que se encontravam em litígio (pendência) com a Liga de São Paulo.
O resultado não poderia ser pior, uma verdadeira catástrofe. O Brasil venceu apenas um jogo, contra a fraca Seleção Chilena, pelo placar magro de 1 a 0. Já na segunda partida, a Seleção perderia para os uruguaios por 6 a 0, goleada histórica. E em sua última apresentação, uma nova derrota, desta vez para os argentinos, por 2 a 0. Fato que marcou a passagem de Ariovisto pela CBD.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES