Aranha

Goleiro da Ponte Preta, Atlético-MG e Santos
por Túlio Nassif

Mário Lúcio Duarte Costa, o famoso "Aranha", nasceu no dia 17 de novembro de 1980, em Pouso Alegre, Minas Gerais.
 
Menos de um mês depois, em 6 de agosto de 2016, a Ponte Preta anunciou que Aranha estava de volta ao clube, sete anos depois, para a sequência do Campeonato Brasileiro. A segunda passagem de Aranha pela Ponte Preta acabou no dia 1 de fevereiro de 2018. Como não houve acordo entre as partes, o contrato do goleiro com a Macaca foi rescindido de forma unilateral.

O apelido surgiu através de seu treinador Ailton Custódio, na época em que treinava numa escolinha de futebol em sua cidade natal. Isto, porque era tido como referência, o ex-goleiro soviético Lev Yashin, conhecido como "Aranha Negra", devido o uniforme todo preto que usava e também, por suas defesas espetaculares.

Iniciou carreira na Ponte Preta, em 2000, após permanecer três anos nas categorias de base, desde 1997.

Em 2008, foi considerado o melhor goleiro do Campeonato Paulista. A Ponte Preta, depois de muito tempo voltou a uma decisão e, Aranha foi um dos responsáveis pela campanha. Entretanto, na final contra o Palmeiras, a Macaca foi derrotada.

A partir daí, Aranha começou a receber muitas propostas, mas nenhuma aceita e ainda por cima, teve seu contrato renovado por mais três anos. Isto foi em vão, pois o assédio era tão grande que a Ponte Preta não conseguiu segurá-lo e, no dia 26 de maio de 2009, o Atlético-MG acabou fechando acordo com o goleiro.

Todavia, no dia 17 de dezembro de 2010, o Galo anunciou que Aranha não teria seu contrato renovado para a temporada seguinte. Saiu de Minas Gerais com o estadual de 2010 no currículo.

Após três dias, em 21 de dezembro de 2010, o Santos anunciou o Aranha como o mais novo reforço, para a disputa da titularidade e da Copa Libertadores de 2011, esta, conquistada por ele, mas foi reserva durante a competição. Pelo Peixe, ele ainda conquistou dois campeonatos paulistas, em 2011 e 2012 e uma Recopa Sul-Americana, em 2012.

No dia 31 dezembro de 2012, ele teria seu contrato vencido, mas a equipe alvinegra renovou seu contrato por mais um ano.
 
Aranha ficou no Peixe até o começo de 2015, quando foi o Palmeiras. No Verdão o jogador final até o final do mesmo ano.
 
Em dezembro de 2015 o Palmeiras libertou o jogador, que ficou sem jogar até junho do ano seguinte. 
 
Depois de ficar seis meses sem clube, o goleiro Aranha foi anunciado pelo Joinville no dia 7 de junho de 2016.
 
Abaixo, ouça a participação de Aranha no "Domingo Esportivo Bandeirantes" do dia 22 de novembro de 2020: 

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES