Tudo que a memória amou já ficou eterno

Tudo que a memória amou já ficou eterno

Clique nos nomes em itálico e conheça a história do personagem

A foto abaixo não mostra, mas terminou em gol. A destreza de Maradona nas cobranças de falta deixou os torcedores do Milan por muitas vezes com os cabelos em pé, levou o Napoli a vitórias e por duas vezes ao título do Calcio. 

No final, da década de 80 e inicio de 90, Napoli e Milan faziam o maior embate da Itália e e um dos maiores jogos do mundo à época. De um Lado, Os  napolitanos ostentavam Maradona , Careca , Alemão , Renica e Ferrara. Na agremiação rossonera, havia simplesmente Gullit, Maldini ,   Van Basten ,   Frank Rijkaard , Tassoti, Costa Curta , Ancelotti e Albertini, duas constelações que causavam ansiedade até nos brasileiros, quando o grande confronto estava para acontecer. 

Hoje, os tempos são outros, o time sulino em boa fase ainda busca voltar aos velhos tempos, mas não encontrou outro "Don" para o seu meio-de-campo. Já a equipe milanista, em péssima fase aposentou Clarence Seedorf e o trouxe para o comando técnico tentando reeguer a vitoriosa "squadra".

Franco Baresi levanta Diego Armando Maradona , em  dos clássicos Milan e Napoli. 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa