Serginho

Ex-lateral do São Paulo, Milan e Seleção Brasileira
por Diogo Miloni
 
Sérgio Cláudio dos Santos, o Serginho, atuava como lateral esquerdo. Em 2010, era consultor do Milan-ITA e observava e analisava jovens talentos pela América do Sul.
 
Nascido no dia 27 de junho de 1971, em Nilópolis no Rio de Janeiro, o ex-jogador vestiu as camisas do São Paulo, Milan-ITA e Seleção Brasileira.
 
Serginho começou a carreira na década de 90, no Itaperuna, time do interior carioca.  Em 1993, foi transferido para o Bahia, onde fez bons jogos e conquistou a torcida. Ainda pelo time da Boa Terra, o ex-lateral teve grandes atuações no campeonato estadual de 1994, e no mês de junho foi negociado com o Flamengo.
   
No Rubro-negro, o jogador disputou apenas 10 jogos e não se firmou como titular do time carioca, pois Marcos Adriano vivia um bom momento.
 
Serginho chegou ao Cruzeiro em 1995 e disputou a posição com Nonato e  novamente esquentou o banco. Pouco aproveitado na Raposa, o ex-lateral foi envolvido em uma transação com o São Paulo.
 
À época, os mineiros trocaram Beletti e Serginho por Ronaldo Luís, Gilmar, Vitor, Donizete e Palhinha.
O grande talento do lateral despertou no Tricolor Paulista.
 
No Campeonato Paulista de 1996, o time do Morumbi de Serginho, Denílson e Müller, foi vice-campeão. O time foi coadjuvante do Palmeiras de Vanderlei Luxemburgo.
 
Assim, a equipe paulista investiu em um treinador de renome. Apostou em Carlos Alberto Parreira, que ficou pouco tempo e segundo as más línguas foi boicotado por alguns jogadores.
 
E chegou Darío Pereyra, um novo nome para comandar a equipe da zona sul da capital paulista. Serginho continuou em uma boa sequência de exibições e mantinha-se como titular. O Tricolor chegou até a final do estadual, mas novamente perdeu para o Corinthians.
 
Em 1998, o lateral esquerdo perdeu espaço com a chegada do técnico Nelsinho Baptista. Outro fator importante para o ex-lateral não jogar regularmente era o aparecimento de Fábio Aurélio que brilhava na base do Tricolor. Alterando bons e maus jogos, Serginho ajudou o São Paulo a ser Campeão Paulista em cima do Timão.
 
Na temporada de 1999, o ex-lateral chegou ao seu melhor nível. Mesmo com os problemas extra-campo da diretoria, Serginho ajudava o Tricolor com gols. Foram 14 tentos marcados durante o primeiro semestre, e isso lhe rendeu a transferência para o Milan-ITA.
 
Na Itália, Serginho virou ídolo da torcida rossonera. Pelo Milan foram oito temporadas e muitos títulos. A velocidade, os dribles e a tendência a atacar renderam ao então lateral uma postura mais ofensiva, e a mudança de posição. Durante sua carreira no Rubro-negro, o jogador se tornou quase um ponta-esquerda.
 
Na temporada 2003/2204, o time italiano viveu sua melhor fase. Ao lado de Kaká e Cafu, Serginho conquistou a Liga dos Campeões e o Campeonato Italiano. No fim de 2008, Serginho decidiu se aposentar, seu último jogo foi contra a Udinese no San Siro, o Milan venceu por 4x1.
 
Pela Seleção Brasileira, Serginho jogou a Copa América de 1999, realizada no Paraguai. Mas não teve grandes chances pois Roberto Carlos despontava como o melhor ala do mundo.
 
Com muitas assistências e belos gols, o brasileiro vai deixar saudades na torcida italiana. Fora de campo, Serginho continua auxiliando o Milan, ele tornou-se consultor de mercado, analisando e observando novos talentos.
 
Clique no vídeo e veja uma homenagem que a torcida do Milan fez para Serginho

ver mais notícias
Pelo Flamengo:

O lateral disputou pelo Fla 10 jogos, sendo que foram 3 vitórias, 2 empates e 5 derrotas, segundo o "Almanaque do Flamengo", por Roberto Assaf e Clóvis Martins.

Pelo São Paulo:

Defendendo o Tricolor, Serginho disputou 181 jogos, sendo 82 vitórias, 51 empates e 45 derrotas, marcando 28 gols, segundo o "Almanaque do São Paulo", por Alexandre da Costa.

Pela Seleção Brasileira:

Com a camisa amarela foram 10 jogos, sendo 6 vitórias, 1 empate e 3 derrotas, segundo o livro: "Seleção Brasileira - 90 anos", por Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Int
    12
  • 2 Vas
    10
  • 3 Atl
    9
  • 4 São
    10
  • 5 Pal
    8
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES