Ronaldão

Ex-zagueiro do São Paulo
por Rogério Micheletti
 
Ronaldo Rodrigues de Jesus, o Ronaldão, ex-quarto-zagueiro do São Paulo, Flamengo, Santos e Ponte Preta, mora em Campinas (SP), trabalhou como dirigente esportivo da Ponte e empresário de jogadores.
 
Após encerrar a carreira, Ronaldão também adquiriu negócios no ramo imobiliário em São Paulo e se tornou produtor de látex em uma fazenda em São José do Rio Preto.
 
Em 20 de dezembro de 2017 foi anunciado como diretor de futebol da Ponte Preta.

Nascido no dia 10 de junho de 1965, em São Paulo (SP), Ronaldão começou a carreira no Rio Preto, em 85, e logo se transferiu para o São Paulo, onde era um lateral-esquerdo. Como era muito lento, Ronaldão foi colocado na quarta-zaga pelo técnico Cilinho.

Ficou sendo reserva do São Paulo até 1991, já que durante seis anos enfrentou a concorrência de Darío Pereyra, Ricardo Rocha, Adilson, Antônio Carlos e Ivan na briga pela zaga são-paulina.

Em 91, sob o comando do técnico Telê Santana, tornou-se uma peça fundamental no time que conquistou o Brasileiro. A boa fase do São Paulo, por três anos seguidos, ajudou Ronaldão a ganhar o respeito dos torcedores.

Atuando ao lado do hábil Válber (zagueiro-central), Ronaldão era uma espécie de "limpa-trilho" muito eficiente do Tricolor do Morumbi.

Mesmo sem exibir grandes qualidades técnicas, Ronaldão fez fama e ganhou espaço até na Seleção Brasileira. Ele fez parte do elenco de Parreira vencedor da Copa do Mundo de 94 nos Estados Unidos.

Depois do São Paulo, Ronaldão atuou no Shimizu-Japão (de 93 a 95), Flamengo (96), Santos (97 a 98), Coritiba (98) e Ponte Preta (98 a 2000).

Os principais títulos conquistados por Ronaldão foram: campeão mundial de 94 pela Seleção Brasileira; pelo São Paulo ganhou os Brasileiros de 86 e 91, os Paulistas de 87, 89, 91 e 92, os Mundiais Interclubes de 92 e 93, a Libertadores da América de 92 e 93, a Recopa Sul-americana de 93 e 94, a Super Copa da Libertadores de 93; pelo Flamengo ganhou o Campeonato Carioca de 96. E é também campeão do Rio-São Paulo de 97 pelo Santos, quando o técnico era Wanderley Luxemburgo.

Ronaldão, que ao encerrar a carreira tornou-se um competente gerente de futebol da Ponte Preta, tem também em sua carreira de jogador um fato alviçareiro: ele fez o primeiro gol do estádio Zito Godinho, em São Roque (SP), no distrito de Cangüera, no jogo São Paulo x São Bento, de Sorocaba (SP), pelo Torneio Eduardo José Farah, em agosto de 89.

Números pelo São Paulo e Flamengo Segundo o "Almanaque do São Paulo", de Alexandre da Costa, Ronaldão atuou Atuou em 294 jogos, sendo 143 vitórias, 100 empates  e 51derrotas). Não marcou gols.

Já com a camisa flamenguista, ele disputou 98 partidas (49 vitórias, 26 empates e 23 derrotas) e fez dois gols. Os dados são do "Almanaque do Flamengo", de Roberto Assaf e Clóvis Martins.
 
No dia 24 de março de 2019, Ronaldão participou do Domingo Esportivo Bandeirantes. Confira a íntegra da entrevista:

ver mais notícias
Pelo Flamengo:

Atuou em 98 jogos, sendo 49 vitórias, 26 empates e 23 derrotas. Marcou 2 gols.
Fonte: Almanaque do Flamengo, de Roberto Assaf e Clóvis Martins

Pelo São Paulo:

Atuou em 94 jogos, sendo 143 vitórias, 100 empates  e 51derrotas). Não marcou gols.
Fonte: Almanaque de Alexandre da Costa

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    58
  • 2 Pal
    50
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    43
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES