Raul Simões

Ex-zagueiro do Corinthians e Portuguesa Santista
Raul, o Raul Simões, zagueiro-central do Corinthians, de 1961 a 1964, e do Santos, no final dos anos 50 e início dos 60, faleceu no dia 21 de março de 2019, aos 82 anos. 

Nascido em Santos (SP), no dia 24 de abril de 1937, Raul começou a carreira no Santos, com o técnico Lula, e depois foi para a Portuguesa Santista.

Chegou ao Corinthians em 1961 e pelo alvinegro do Parque disputou sete partidas (quatro vitórias, dois empates e uma derrota), segundo informação do "Almanaque do Corinthians", de Celso Unzelte.

Também teve meteórica passagem pelo Flamengo, emprestado em 1963. E também não foram muitas partidas pelo rubro-negro, apenas seis: um empate e cinco derrotas (números do "Almanaque do Flamengo", de Clóvis Martins e Roberto Assaf). Depois do Corinthians, Raul vestiu a camisa do Internacional de Porto Alegre e pendurou as chuteiras quando jogava pelo Comercial de Ribeirão Preto (SP).

Veja na próxima página os detalhes da excursão da Portuguesa Santista à Africa




Fita Azul
A Portuguesa Santista excursionou pelo continente africano (Moçambique e Angola - então colônias portuguesas), de 16 de abril a 28 de maio de 1959.

A delegação foi saudada por uma bateria de fogos, por volta de 14h30 do dia 31 de março de 1959,no armazém 17 do porto de Santos. Às 16h o navio holandês "Boissevain?, deixava o cais santista com destino ao continente africano.

A delegação foi chefiada por José de Souza, Filpo Nuñes (técnico), Juvenal Emílio dos Santos (enfermeiro), Estevan Franceschini (o Francis - massagista) e o jornalista Mário Nobre.

Entraram para a história da briosa os seguintes jogadores: Chamorro, Nivaldo, Pichu, Raul Simões, Jorge, Gerolino, Carlito, Adelson, Perinho, Atílio, Bota, Gonçalo, Nicola,Nenê, Grilo, Guilherme e Valdo.

Cumprindo uma das mais brilhantes campanhas que um clube brasileiro já realizou no exterior, a Santista obteve 15 vitórias em 15 jogos, marcando 75 gols e sofrendo apenas 10.

Os artilheiros foram:Grilo (20 gols), Guilherme (18), Gonçalo (8), Valdo (8), Nenê (5), Perinho (5), Atílio (4), Bota (3), Jorge (3) e Pichu (1).

No dia 11 de junho de 1959, uma quinta feira, a delegação da Portuguesa Santista chegou ao Brasil. Uma grande multidão se aglomerou no armazém 17 do Porto de Santos, desde às 8h, mas só as 15h o navio holandês "Ruys? atracou.

Os heróis rubro-verdes seguiram em carro de bombeiro pelas principais ruas da cidade de Santos, acompanhados por diversas motos e bicicletas até a chegada ao Estádio Ulrico Mursa.

No centro do gramado foram expostos os troféus conquistados na África. Atletas e comissão técnica deram a tradicional volta olímpica sob os aplausos da eufórica torcida.
(fonte: Notícias da Briosa - maio 1994)
ver mais notícias

Pelo Corinthians:

Atuou em sete partidas (quatro vitórias, dois empates e uma derrota), segundo informação do "Almanaque do Corinthians", de Celso Unzelte.

Pelo Flamengo:


Atuou em seis partidas: um empate e cinco derrotas (números do "Almanaque do Flamengo", de Clóvis Martins e Roberto Assaf).

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES