Moacir

Ex-volante do Atlético-MG e Corinthians
por Rogério Micheletti
 
Moacir Rodrigues Santos, o Moacir, ótimo volante do Atlético Mineiro, de 1988 a 1992 e 1997, Corinthians, em 1992 e 1994, Atlético de Madrid, em 1993, Sevilla (Espanha), Internacional (RS), Flamengo, Portuguesa, Verdy Kawasaki e Ituano (SP) e Uberaba, encerrou a carreira no time mineiro e começou a empresariar jogadores (entre eles Makanaki, ex-Santo André).
 
Chegou a fazer um estágio de treinador com Levir Culpi, mas não pretende seguir nesta área.
 
Também comanda uma banda de samba e pagode, o "Moa Samba", que se apresenta em casas noturnas em Nova Lima (MG). Moacir é cantor na banda.
 
Volante diferenciado
 
Estilo técnico, Moacir, que nasceu em Belo Horizonte no dia 21 de março de 1970, logo se destacou nas categorias inferiores do Galo e foi lançado por Telê Santana. Jogou na Seleção Brasileira na Copa América de 91.
 
No Corinthians, Moacir viveu um grande momento e foi vice-campeão paulista de 93. Não disputou o segundo jogo da final contra o Palmeiras, porque foi expulso injustamente na primeira partida.
 
Depois do sucesso no Parque São Jorge, em 1992, teve uma participação apagada no Atlético de Madrid e retornou ao Corinthians.
 
Nas mãos do técnico Carlos Alberto Silva, que o colocou de quarto-zagueiro, seu futebol despencou. Moacir teve outra passagem pelo Galo e passou ainda por várias outras equipes, entre elas, Flamengo, Internacional e Portuguesa de Desportos. Mas seus melhores momentos foram mesmo vestindo as camisas do Atlético Mineiro e do Corinthians.

 

ver mais notícias

Pelo Corinthians:

Segundo números do "Almanaque do Corinthians", de Celso Unzelte, Moacir realizou 52 partidas com a camisa alvinegra entre os anos de 1993 e 1994. Foram 30 vitorias, 13 empates, nove derrotas e cinco gols marcados.

Pelo Flamengo:


Já pelo Flamengo (em números do "Almanaque do Flamengo", de Roberto Assaf e Clóvis Martins), Moacir fez apenas 10 partidas. Elas aconteceram no ano de 1997. Foram seis vitórias, dois empates, duas derrotas e um gol.

Pela Seleção Brasileira:


Pela Seleção Brasileira, Moacir disputou apenas seis partidas oficiais (uma vitória, três empates e uma derrota) e marcou um gol, como revela o livro "Seleção Brasileira-90 anos", de Antônio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES