Moacir

Ex-goleiro do Uberlândia, Fluminense e Juventus
por Rogério Micheletti
 
Moacir, o Moacir Adolfo Borges Ramos, goleiro que defendeu o Fluminense, o Grêmio Catanduvense, o Gama (DF), o Moto Clube (MA), o Juventus (SP), o Uberlândia, entre outros times, tem residência fixa na Avenida Segismundo Pereira, no bairro Santa Mônica, em Uberlândia (MG).

Casado, pai de três filhos (Renato, Júlia e Juliano) e avô de Amanda, o ex-goleiro passou a ocupar em 2006 o cargo de gerente de futebol do Uberlândia Esporte Clube. Em 2013, Moacir seguia trabalhando no UEC, mas como coordenador das categorias de base.

Nascido em Batatais (SP), no dia 1º de maio de 1953, Moacir começou a carreira nas categorias de base do Comercial de Ribeirão Preto. Deixou o Bafo em 1969 para defender o Fluminense. "Fui inclusive campeão de uma Taça São Paulo de Juniores pelo Flu", conta Moacir.

Depois de quase quatro anos nas Laranjeiras, Moacir voltou ao futebol do interior paulista. Foi defender o Grêmio Esportivo Catanduvense em 1974. Ficou lá até 1979. Em 1980 foi para o Orlândia, onde teve uma passagem meteórica. No mesmo ano assinou contrato com o Gama, do Distrito Federal, e em 1981 foi defender o Moto Clube, do Maranhão.

Chegou ao Uberlândia em 1983. No time mineiro atuou ao lado de jogadores conhecidos, entre eles o meio-campista Zé Mário (ex-Palmeiras, Santos e Ponte Preta) e o atacante Vivinho (atuou no Vasco da Gama e no Botafogo). Em 1985, Moacir deixou o time mineiro para defender o Juventus no Campeonato Paulista. Na Rua Javari, ele atuou ao lado dos laterais Chiquinho e Bizzi.Retornou ao Uberlândia e jogou pelo alviverde por mais três anos. Decidiu pendurar as luvas em 1989.

Jogo inesquecível contra o Corinthians

Uma das melhores exibições de Moacir como goleiro, como conta o próprio, foi no dia 10 de novembro de 1985, no estádio do Pacaembu. O jogo era válido pelo Paulistão daquele ano. "Fiz uma partida muito boa. Segurei o Corinthians naquele dia. O jogo terminou empatado sem gols. O resultado prejudicou muito o Corinthians, que não conseguiu chegar a fase final do Campeonato Paulista", lembra Moacir.
 
Em 28 de julho de 2018, Moacir enviou uma mensagem para Milton Neves, que segue abaixo, na íntegra:
 
"Bom dia.
Ainda estou vivo, agora só acompanho vc no sabado pela manhã.
Um pouco mais difícil, pois, montamos um Centro de Treinamento.
Inédito, um projeto audacioso, com 16 poliesportivos campos gramados e quadras, algumas cobertas.
Estamos com 4.800 alunos inscritos e um destes polis é o CT, com 4 categorias, acolhendo 120 atletas os 30 melhores de cada categoria, e participarão de campeonatos de Alto padrão.
Seguindo exemplos na formação de atletas, hoje por exemplo Arturzinho do Santos, mais recente, saiu aqui do poli Segismundo Pereira.
O importante de tudo é a estrutura que temos. Tudo isto é de graça, e ainda estamos fazendo parcerias com slguns clubes para colocar atletas já com potencial de enfrentar o seu sonho.
Esperamos em breve fazer mais alguns craques.
O nosso amigo Fazendeiro está com Alzheimer, isto preocupa pois, se distancia do nosso convívio. A vida que segue, Deus no comando.
Um grande abraço Miltão."



ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES