Marques

Ex-atacante do Atlético-MG

por Diogo Miloni

Marques Batista de Abreu, o Marques, ex-atacante e ídolo do Clube Atlético Mineiro, em 2010, já aposentado, se candidatou ao cargo de deputado estadual pelo PTB-MG.
 
Em dezembro de 2017, após a eleição do advogado Sérgio Sette Câmara como presidente do Atlético-MG, assumiu a direção das categorias de base do clube mineiro. Em 30 de novembro de 2018, foi promovido ao cargo de diretor de futebol do Galo. 

Nascido em Guarulhos-SP no dia 12 de fevereiro de 1973, Marques iniciou sua trajetória no futebol aos treze anos de idade, no Corinthians, onde ficou até 1996. Conquistou por lá um Campeonato Paulista e uma Copa do Brasil.

O centroavante teve uma discreta passagem pelo Flamengo, em 1996, sendo campeão carioca daquele ano, e foi defender as cores do Tricolor Paulista na temporada seguinte.

No São Paulo, Marques não teve tantas oportunidades, devido ao elenco repleto de jogadores mais experientes. Assim, foi emprestado para o Atlético-MG, onde viveria a melhor fase de sua carreira.

O jogador caiu nas graças da torcida mineira logo nos primeiros jogos. Usando e abusando de sua habilidade, Marques levou o Atlético ao título da Conmebol de 1997.

Nas primeiras seis temporadas no Galo, o atacante ganhou quatro campeonatos e fez duplas históricas com Valdir, em 1997 e 1998, e com Guilherme, em 1999 e 2002.

Em 2004, Marques foi contratado pelo Nagoya Grampu, do Japão, onde jogou por um ano e meio. Depois da experiência nipônica, o atacante acertou sua volta ao Galo, no ano de 2005. No entanto, Marques não conseguiu evitar a queda do CAM para a Série B do Campeonato Brasileiro.

No ano de 2008, ano do centenário do Galo, o ídolo voltou. Com seis gols na temporada ele ultrapassou Nilson e Nívio, e se tornou o 9º maior artilheiro atleticano da história do Campeonato Brasileiro, com 133 gols.

Marques não poderia encerrar sua carreira de outra forma, a não ser conquistando um título. Em 2010 ele marcou um dos gols na final do Campeonato Mineiro contra o Ipatinga, e ajudou o Galo a ser campeão.

Nas eleições de 2010, o ex-atleta do Galo conseguiu se eleger deputado estadual de Minas Gerais pelo PTB-MG, com cerca de 150 mil votos.

Em ouutro de 2014 concorreu ao cargo de deputado federal por Minas Gerais, mas como não atingiu o número necessário de votos, não foi eleito.

ver mais notícias

Pelo Corinthians:

Atuou em 144 jogos e marcou 35 gols.
Fonte: Almanaque do Timão, de Celso Unzelte

Pela Seleção Brasileira:


Atuou em 11 jogos, sendo nove vitórias e duas derrotas. Marcou quatro gols.
Fonte: Seleção Brasileira - 90 Anos -1914 - 2004, de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES