Machado

Ex-goleiro da Ferroviária e Botafogo de Ribeirão Preto

Galdino Machado, o Machado, que nasceu na Mooca, ex-goleiro do Juventus, Botafogo de Ribeirão Preto e da Ferroviária de Araraquara, XV de Piracicaba e Ponte Preta, morreu no dia 15 de maio de 2015, em Ribeirão Preto-SP. Deixou dois filhos, três netos e uma neta.

Nascido em 04 de novembro de 1934, no tradicional bairro da Mooca, na zona leste da capital paulista, Machado participou de um episódio inesquecível da história do futebol brasileiro. Ele era o goleiro do "célebre" Botafogo de Ribeirão Preto que levou de 11 a 0 do Santos (oito gols de Pelé) na Vila Belmiro em jogo válido pelo 2º turno do Campeonato Paulista de 1964, um sábado à tarde.

Por incrível que pareça, o arqueiro Machado foi escolhido naquele jogo o melhor em campo, por ter evitado uns 25 gols do Santos. Se ele não tivesse fechado o gol na ocasião, o Santos teria ganho de 36 a 0, e Pelé teria marcado uns 15 gols. E quando este jogo estava 0 a 0, você sabia que o lateral Carlucci chutou uma bola na trave de Gilmar? E que no primeiro turno do Paulistão de 64 esse mesmo Botafogo que levou de 11 havia ganho do Santos por 2 a 0 em Ribeirão? Só que no primeiro turno Pelé não jogou. Rossi vestiu a camisa 10. Aí, no returno, veio a tremenda vingança do Santos.

Foi goleiro da Pantera por 11 anos, entre 1955 e 1966. Neste período, defendeu o clube em 252 jogos, sendo 224 na primeira divisão do Campeonato Paulista, tornando-se o arqueiro que mais atuou com a camisa tricolor.

Após se aposentar, Machado foi treinador de futebol e professor de escolinhas de futebol em Ribeirão Preto (SP), onde viveu até o fim de sua vida.

Santos 11 x 0 Botafogo de Ribeirão Preto, pelo Paulistão de 1964, no dia 21 de novembro na Vila Belmiro. Veja a fica técnica do massacre santista, válido pelo segundo turno do Paulistão daquele ano.

Competição: Campeonato Paulista (21/11/1964)
Local:
Estádio Vila Belmiro
Narração:
Ennio Rodrigues
Comentarista:
Mauro Pinheiro
Reportagem:
Borghi Junior e Luiz Augusto Maltoni
Gols:
Santos: Pelé 08, Pepe 01, Coutinho 01 e Toninho Guerreiro 01
Escalação:
Botafogo/RP: Machado; Ditinho, Hélio Vieira, Tiri e Carlucci; Berguinho e Adalberto; Zuíno, Alex, Antoninho e Gaze
Técnico:
Oswaldo Brandão
Santos: Gylmar;
Carlos Alberto, Modesto, Haroldo, Geraldino; Lima e Mengálvio; Toninho Guerreiro, Coutinho, Pelé e Pepe
Técnico:
Lula

 

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES