Lorico

Ex-volante da Briosa e Vasco
por Rogério Micheletti

João Farias Filho, o Lorico, ex-volante da Portuguesa Santista (SP), Vasco da Gama (RJ), Prudentina, Portuguesa de Desportos, Noroeste e Botafogo de Ribeirão Preto (SP), morreu no dia 20 de dezembro de 2010, no  hospital Ana Costa, em Santos, devido a um câncer de próstata.

Deixou viúva, uma filha, uma neta e foi sepultado no cemitério Memorial, perto do bairro onde nasceu e morou nos seus últimos anos de vida, o  Marapé, em Santos (SP).

Nascido em 10 de dezembro de 1940, Lorico iniciou a carreira na Briosa em 59 e no final de 1960 foi negociado com o Vasco da Gama.

Em 66,  voltou ao futebol paulista para defender a Prudentina, no estadual, onde formou juntamente com Capitão o melhor meio-campo de um time de futebol que Irineu Marques Rodrigues viu, logo após acabou negociado com a Portuguesa de Desportos, equipe na que jogou até 1973. "Saí antes do campeonato de 1973", lembrava Lorico.

Depois da Lusa, o volante vestiu a camisa do Noroeste, de Bauru (SP), de 73 a 76. Já com 36 anos, em final de carreira, Lorico defendeu o Botafogo de Ribeirão Preto e viu o surgimento do craque Sócrates. "Era realmente um timão. O Sócrates era fantástico e tinha o Zé Mario, que infelizmente faleceu novo", lembrou o saudoso Lorico, que encerrou a carreira em 1978, ainda atuando no Pantera.
 
Veja o que foi publicado sobre Lorico na Folha de São Paulo, edição de 26 de dezembro de 2010.
 
ver mais notícias
ver mais Áudio

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES