José Mourinho

Treinador português

por Tufano Silva

Após colecionar títulos pelo Porto-POR, Chelsea-ING e Internazionale-ITA e Real Madrid José Mário dos Santos Mourinho Félix, o consagrado treinador José Mourinho, foi anunciado como novo treinador do Manchester United no dia 26 de maio de 2016, permanecendo no cargo até 16 de dezembro de 2018, quando foi demitido.

Foi anunciado como treinador do Tottenham em 20 de novembro de 2019, para o lugar do demitido Mauricio Pochettino.

Nascido em 26 de janeiro de 1963 na cidade de Setúbal-POR, Mourinho bem que tentou seguir os passos de seu pai, o goleiro Félix Mourinho, como jogador de futebol. Atuando como meia, jogou pelos times do Rio Ave, Belenenses, GD Sesimbra e Comércio e Indústria, mas não obteve sucesso em nenhum dos clubes.

Mourinho coadjuvante

No entanto, o desajeitado meia sempre demonstrou habilidade para montar e organizar equipes. Começou nos bastidores do futebol no início da década de 1990, como preparador físico do Vitória de Setúbal. Logo depois, se transferiu para o  Sporting, para trabalhar como tradutor do treinador inglês Bobby Robson, e, em pouco tempo, passou a ser auxiliar técnico do comandante.

Mourinho tornou-se o homem de confiança de Robson, que levava o português para todo o clube que se transferia. Foi assim no Porto e também no Barcelona. Neste último, no entanto, Mourinho permaneceu após o inglês acertar sua ida para o PSV-HOL, para auxiliar o novo comandante Louis Van Gaal.

O início como treinador

Após um bom tempo como coadjuvante, teve a oportunidade de assumir o comando técnico do Benfica, em 2000. Entretanto, nove partidas após ser contratado, o clube mudou de presidente, e o mesmo dispensou Mourinho, que até então, era vista como um interino. Ficou desempregado por pouquíssimo tempo, sendo convidado para treinar o União de Leiria logo em seguida.

Fez 31 partidas pelo novo clube, e o bom desempenho do comandante chamou a atenção do Porto, que buscava um substituto para Octávio Machado. Comandou a equipe por dois anos, conseguindo resultados notáveis e tornando-se um treinador cobiçado por diversos gigantes clubes europeus.

Na vitoriosa passagem pelo azul e branco, Mourinho conquistou a Liga dos Campeões, em 2003-04, dois Campeonatos Portugueses, em 2002-03 e 2003-04, uma Taça de Portugal, em 2002-03, uma Supertaça Portuguesa, em 2003-04, e uma Taça da UEFA, em 2003-04.

Passagem pelo milionário Chelsea

Em julho de 2004, a proposta milionária do Chelsea seduziu o técnico, que se tornou um dos treinadores mais bem pagos do mundo. Por lá, venceu dois Campeonatos Ingleses, sendo que o primeiro, na temporada 2004-05, tirou o clube de uma fila de mais de 50 anos; uma Taça da Inglaterra, uma Supercopa da Inglaterra, e uma Taça da Liga Inglesa.

No entanto, os insucessos do Chelsea na Liga dos Campeões da Europa acabaram ofuscando um pouco a imagem positiva do treinador na Inglaterra e sua rescisão foi acertada no dia 20 de setembro de 2007.

Ídolo na Inter e sonho realizado

Quase um ano depois, em julho de 2008, assinou  com a Internazionale-ITA. Permaneceu por apenas dois anos no time italiano, mas suas conquistas foram suficientes para se tornar um dos técnicos mais queridos da torcida Nerazzurri. Foram dois títulos do Campeonato Italiano, em 2008-09 e 2009-10, uma Copa da Itália, em 2009-10, uma Supercopa da Itália, em 2008, além da Liga dos Campeões, em 2009-10, torneio que a Inter não vencia desde a temporada 1964-65.

Mesmo com o apelo dos torcedores, em maio de 2010 saiu do time italiano para realizar um de seus sonhos: treinar o poderoso Real Madrid.

No comando dos merengues, Mourinho venceu o Campeonato Espanhol de 2011/12 e a decisão da Supercopa da Espanha, diante dos históricos rivais do Barcelona. 

Em janeiro de 2013, na premiação de gala da Fifa, José Mourinho foi escolhido o segundo melhor treinador de 2012, só atrás de Vicente Del Bosque, que venceu a Eurocopa do ano anterior.

Em 2 de junho de 2013, o Chelsea anunciou no seu site oficial o retorno do treinador. Foi campeão inglês logo em seu retorno ao Stamford Bridge. O sucesso, no entanto, durou pouco. Após o pior início de temporada de sua carreira como treinador, o Special One foi demitido pelos Blues no dia 17 de dezembro de 2015.

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES