Jardel

Ídolo do Grêmio e do futebol português

por Tufano Silva

Mário Jardel Almeida Ribeiro, o Jardel, eficiente atacante que marcou época no futebol brasileiro e português, tendo sido artilheiro do continente europeu por duas vezes, acertou sua ida para o Rio Negro-AM em dezembro de 2010, para receber, segundo o próprio clube, R$ 100 mil por mês.

Em outubro de 2014, Jardel foi eleito deputado estadual pelo Rio Grande do Sul, recebendo um total de 41.227 votos.

Em 30 de novembro de 2015, Jardel foi afastado do cargo de deputado estadual do Rio Grande do Sul pelo Ministério Público gaúcho pelo período de 180 dias, por suspeita de cometer crimes como concussão, peculato, falsidade documental, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Em 22 de dezembro de 2016, Jardel teve seu mandato de deputado estadual cassado. O ex-jogador foi acusado de quebra de decoro parlamentar, envolvimento com drogas, cobrança de parte dos salários dos servidores para uso pessoal e a utilização da estrutura pública para questões particulares.

Em 07 de junho de 2018, entrevistado pela RBS TV, pediu desculpas por ter usado drogas e pelos desvios ocorridos em seu gabinete quando era deputado. CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA.

Início de carreira

Nascido em Fortaleza no dia 18 de setembro de 1973, o atacante começou sua carreira com apenas 17 anos, nas categorias de base Ferroviário-CE. As boas atuações o levaram na temporada seguinte para ao Rio de Janeiro, para jogar pelo Vasco da Gama.

No Cruzmaltino, o atacante foi promovido para o time principal apenas no Campeonato Carioca de 1994, e foi fundamental para o título do time da Colina. Foi ele quem marcou contra o Flamengo o gol que classificou a equipe à final, e também deixou sua marca por duas vezes na decisão contra o Fluminense.

Em 1995, Jardel foi emprestado ao Grêmio, e, ao lado de Paulo Nunes, formou o ataque que ficou conhecido como "dupla infernal?. Logo no ano em que chegou, foi campeão da Libertadores, sendo o artilheiro da competição, com 12 gols, e em 1996, antes de ser negociado com o Porto-POR, ainda faturou a Recopa e o Campeonato Gaúcho.

Jardel conquista a Europa

Foi no time português que o avante chegou ao ápice de sua carreira. Por lá, conquistou a Supertaça de Portugal por três vezes, a Taça de Portugal em duas oportunidades, e o tricampeonato Português, em 1996/97, 1997/98 e 1998/99. Além de faturar diversos prêmios individuais, como o de melhor jogador atuando em Portugal nas temporadas 1996/97 e 1998/99; a Bola de Ouro do jornal A Bola, em 1996/97 e 1997/98; e a Chuteira de Ouro, em 1999.

Foi negociado com o futebol turco em 2000, e, logo em sua estreia pelo Galatasaray, Jardel marcou cinco gols. No clube da Turquia, foi vice-campeão nacional e campeão da Supertaça Europeia, mas, por não conseguir se adaptar ao novo país, foi vendido ao Sporting na temporada seguinte.

Permaneceu no time de 2001 a 2003, e por lá conquistou o Campeonato Português, a Taça de Portugal e a Supertaça, todos no ano de sua estreia. Assim como no Porto, Jardel conseguiu no Sporting a impressionante média de mais de um gol por partida, já que balançou as redes 53 vezes em 49 oportunidades que esteve em campo, e, em 2002, foi navamente o maior artilheiro do futebol europeu.

Queda de rendimento e retorno ao Brasil

Após os períodos de glória em Portugal, o futebol do atacante passou a cair de rendimento. Começou a rodar, então, sem sucesso, por diversos times do futebol mundial, como o Ancona-ITA, Palmeiras, Bolton-ING, Newell´s Old Boys-ARG, Alavés-ESP, Goiás, Beira-Mar-POR, Anorthosis-CHP, Newcastle Jets-AUS, Criciúma-SC, Ferroviário-CE, Rio Branco-AC, Flamengo-PI e Cherno More-BUL.

Durante este período, Jardel passou por alguns momentos difíceis em sua vida. Foi acusado de espancar o caseiro Expedito Mauro Freire, que cuidava de uma das propriedades do jogador em Fortaleza-CE, em 2007, e no ano seguinte, em entrevista ao repórter Régis Rösing, assumiu ter sido viciado em cocaína.

O atacante também foi convocado algumas vezes para a Seleção Brasileira. Foram nove partidas, duas vitórias, três empates, quatro derrotas, e apenas um gol marcado, na duelo contra a Tailândia, vencida pelo Brasil por 7 a 0.

Em 2013, com as chuteiras já penduradas, Jardel trabalhou revelando jogadores para o Grêmio, clube no qual o ex-atacante é amado e respeitado.

Em 06 de março de 2015, aos 41 anos de idade, foi anunciado como reforço Esporte Clube Tiaraju, de Cachoeirinha, no Rio Grande do Sul, para disputar o Torneio do América e a Série Ouro, de futebol amador.

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES