Danilo

Meia do Goiás, São Paulo e Corinthians
por Tufano Silva

Danilo Gabriel de Andrade, meia-esquerda revelado pelo Goiás e que ganhou projeção nacional defendendo o São Paulo e o Corinthians, em dezembro de 2018 foi anunciado como reforço do Vila Nova-GO. No entanto, a passagem do meia pela equipe goiana foi curta, chegando ao fim em maio do ano seguinte.

Nascido em São Gotardo-MG em 11 de junho de 1979, Danilo iniciou sua carreira nas categorias de base do Goiás, no final dos anos 90. Profissionalizou-se no clube esmeraldino em 1999, permanecendo lá até 2003 e conquistando quatro Campeonatos Goianos, um Campeonato Brasileiro da Série B e três Copas Centro-Oeste.

Chegou ao São Paulo em 2004, quando passou por sua primeira temporada como profissional sem títulos. No entanto, o meia foi recompensado com muitas glórias no ano seguinte. Foi peça fundamental nas conquistas do Campeonato Paulista, Libertadores da América e Mundial de Clubes, em 2005, e também no Campeonato Brasileiro de 2006.

No ano seguinte, acertou sua transferência para o futebol japonês, onde defendeu o Kashima Antlers. Teve uma passagem vitoriosa também pela "Terra do Sol Nascente?, onde conquistou três Campeonatos Japoneses, uma Copa do Imperador e uma Supercopa do Japão.

Foi negociado com o Corinthians em 2010, ano em que o clube completava seu centenário, e havia grande cobrança da torcida por títulos, principalmente o da tão sonhada Copa Libertadores da América. A equipe, que contava com Ronaldo como sua principal estrela, sucumbiu na competição internacional diante do Flamengo, e também fracassou no Brasileirão daquela temporada, ficando apenas com o terceiro lugar.

No entanto, a redenção se deu em 2011. Apesar de um primeiro semestre de outras decepções, com eliminação na pré-Libertadores e derrota na final do Paulista para o Santos, o Timão faturou o Campeonato Brasileiro de 2011, tendo Danilo como um de suas principais destaques.

E em 2012, o meia também foi decisivo no título considerado por muitos como o mais importante da história do Corinthians. Nas semifinais da Libertadores, ele marcou o gol de empate contra o Santos, na segunda partida da fase, que garantiu o Timão na decisão, e foi dele o belíssimo passe de calcanhar para o primeiro gol de Emerson Sheik na última partida da final, diante do Boca Juniors. O Alvinegro bateu a equipe argentina pelo placar de 2 a 0.

Em 2013, Danilo fez parte do grupo corintiano que conquistou o Campeonato Paulista. Na grande final, uma vitória e um empate diante do Santos e a consagração do 27º título estadual do Timão. Ainda no mesmo ano, no dia 17 de julho, foi campeão da Recopa sobre seu ex-clube, o São Paulo e, na época, como capitão do time, levantou a taça do inédito título para o Alvinegro.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    58
  • 2 Pal
    50
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    43
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES