Cejas

Ex-goleiro do Santos e Grêmio
O argentino Agustín Mario Cejas, ex-goleiro do Santos e do Grêmio nos anos 70, nascido no dia 22 de março de 1945, em Buenos Aires, morreu em sua cidade natal em 14 de agosto de 2015, em decorrência do Mal de Alzheimer, aos 70 anos de idade.
 
Cejas começou a carreira no Racing no final dos anos 50 e se profissionalizou em 1962. Defendeu o time de Avellaneda até 1970, ano em que acertou sua transferência para o Santos. Antes de jogar no Brasil, o goleiro foi campeão argentino de 1966 e campeão da Libertadores da América e do Mundial Interclubes de 1967.
 
Ele defendeu o time da Vila Belmiro até 1975 e seu único título com a camisa santista foi o Paulistão de 1973, quando Armando Marques errou a contagem de pênaltis e o campeonato estadual ficou dividido entre Santos e Portuguesa.
 
Além do polêmico título paulista em 1973, naquele mesmo ano dividiu a "Bola de Ouro" com outro argentino, o zagueiro gremista Ancheta.

Depois do Santos, Cejas atuou pelo Grêmio, em 1976. Deixou o clube tricolor um ano antes do fim de jejum de títulos, já que nos anos 70 o Internacional de Falcão, Valdomiro, Manga, Figueroa, Lula e companhia era praticamente imbatível no Rio Grande do Sul.
 
De volta à Argentina, Cejas jogou pelo Racing (1976 a 1980) e River Plate (1981), quando se despediu do futebol.
 
Pela seleção argentina disputou os Jogos Olímpicos de Tóquio (1964) jogou em duas partidas pela seleção principal, em 1970.
 
ABAIXO, VÍDEO COM UM TREINO DO SANTOS NA VILA BELMIRO, EM 1974. NA MATÉRIA, UMA ENTREVISTA COM CEJAS

No vídeo abaixo, relembre o clássico Santos 1 x 2 Palmeiras, em 1971. Cejas teve importante participação o duelo:  

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

Mais lidas

  • Sem notícias nesta categoria
  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    42
  • 2 Pal
    39
  • 3 San
    37
  • 4 Int
    33
  • 5 Cor
    32
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES