Bjorn Borg

Ex-tenista

por Marcos Júnior Micheletti

O sueco Bjorn Rune Borg, o Bjorn Borg, foi um dos maiores tenistas de todos os tempos, brilhando entre meados da década de 1970 e início dos anos 80, com cinco títulos em Wimbledon (1976/77/78/79/80) e seis em Roland Garros (1974/75/78/79/80/81), entre outros, somando um total de 100 títulos, 64 deles pela ATP (Associação de Tenistas Profissionais).

Atualmente ele acompanha seu filho Leo Borg em torneios de tênis, pois ele começou a integrar o circuito internacional, incluindo uma passagem por Porto Alegre, onde venceu o Brasil Junior Cup na categoria para 18 anos em 2021. Bjorn Borg tem um outro filho, o mais velho dos dois, Robin, que não se dedicou ao tênis.

Natural da capital sueca, Estocolmo, onde nasceu em 6 de junho de 1956, Borg era dono de um estilo de jogo que revolucionou o tênis, sobretudo pelo uso de um dos recursos que mais soube utilizar, o topspin (golpear as bolas com efeito). 

De forma surpreendente ele deixou as quadras aos 26 anos, em 1983, alegando não conseguir atingir mais o topo.

Se dentro das quadras ele teve uma trajetória absolutamente vencedora, tendo a frieza como característica principal, o que lhe rendeu o apeliddo de "Iceborg", fora delas passou por momentos turbulentos, sobretudo em sua vida amorosa.

Após dois casamentos desfeitos, primeiro com a tenista romena Mariana Simionescu e depois com a modelo sueca Jannike Bjoerling, Bjorn Borg viu seu patrimônio sofrer uma queda considerável, de mais de 30 milhões de dólares, o que o levou a uma tentativa de suicído em 1989, quando ingeriu vinte comprimidos de um hipnótico. 

Três anos depois, mais problemas conjugais, desta vez com a cantora italiana Loredana Bertè. Em 1992, foi condenado a pagar uma pensão mensal de 20 mil dólares a ela, que tentou se suicidar duas vezes e alegou que Borg havia destruído sua carreira artística.

Durante o período vitorioso nas quadras, Borg teve como principais adversários o argentino Guilhermo Vilas, o norte-americano Jimmy Connors e o norte-americano John McEnroe, este com um estilo oposto ao seu, absolutamente temperamental.

ABAIXO, VÍDEO COM OS MOMENTOS FINAIS DA DECISÃO DO TORNEIO DE WIMBLEDON EM 1980, QUANDO BJORN BORG VENCEU JOHN McENROE POR 3 SETS A 2

ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES